Correio de Carajás

DECA Marabá faz balanço das 24 operações realizadas em 2019

O delegado Waney Alexandre fez um balanço das atividades da DECA em 2019. (Foto: Evangelista Rocha)
O delegado Waney Alexandre fez um balanço das atividades da DECA em 2019. (Foto: Evangelista Rocha)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na manhã desta quarta-feira, 18, o delegado Waney Alexandre concedeu entrevista coletiva à imprensa para um balanço sobre as atividades da Delegacia Especializada em Conflitos Agrários de Marabá (DECA). Só em 2019, houve 24 operações policiais, 101 armas de fogo apreendidas e retiradas das áreas de conflito agrário, além de 64 prisões em flagrante registradas.

Materiais apreendidos durante as operações da DECA Marabá. (Foto: Divulgação)

Os números foram apresentados pelo delegado Alexandre, que avaliou como positivo o resultado das atividades desempenhadas pela equipe. “Tivemos êxito na missão, repassada pela Diretoria de Polícia do Interior (DPI), de combater as milícias que agiam cometendo diversos crimes. Não tivemos nenhuma desocupação violenta ou homicídios registrados nas operações”, comenta Alexandre.

Materiais apreendidos durante as operações da DECA Marabá. (Foto: Divulgação)

A DECA recebeu orientação da DPI para investigar os grupos de pessoas que promoviam invasões e ocupações armadas na região sul e sudeste do Pará. O delegado Alexandre relembra dois casos de maior destaque na região, registrados nas fazendas Santa Clara e Beira Rio.

Leia mais:
Materiais apreendidos durante as operações da DECA Marabá. (Foto: Divulgação)

“Na Fazenda Santa Clara havia conflitos desde 2016, com relatos de agressões e ameaças que culminaram na prisão de uma das maiores milícias que agiam na região. Ela foi ocupada e desocupada quatro vezes entre 2018 e 2019. Já na Fazenda Beira Rio, próximo à Itupiranga, a operação resultou em cinco prisões de milicianos que agiam na propriedade”, relembra o delegado.

Materiais apreendidos durante as operações da DECA Marabá. (Foto: Divulgação)

Para atuar nas 24 operações, o delegado Alexandre explica que foram realizados estudos dos modos operantes das milícias e grupos de pessoas que organizavam as ocupações e invasões armadas. “Através desse estudo, criamos um plano de ação que era colocado em prática a cada ocorrência registrada, isso resulta nos números apresentados”, explica Alexandre.

Materiais apreendidos durante as operações da DECA Marabá. (Foto: Divulgação)

Hoje, a DECA atua com nove policiais que se revezam entre duas equipes plantonistas, que atendem os 21 municípios abrangidos na região. Elas atuam na parte operacional, ao mesmo tempo em que trabalham juntos na parte da investigação, inteligência policial e monitoramento das áreas de conflito, segundo o delegado Alexandre.

Materiais apreendidos durante as operações da DECA Marabá. (Foto: Divulgação)

Agradecimentos

O delegado Alexandre agradeceu a Deus pelos resultados positivos no ano de 2019 e também à DPI que apoiou a região com efetivo policial e aparelhamento da delegacia. “Ficamos felizes e honrados pela confiança nos dada para assumir uma delegacia com um dos maiores índices do Brasil de ocorrências policiais relacionadas a conflitos agrários. E nós conseguimos diminuir os números de ocorrências, com apoio das nossas equipes policiais”, agradeceu.

Materiais apreendidos durante as operações da DECA Marabá. (Foto: Divulgação)

Medalha Evanovich

Pelo desempenho positivo da DECA Marabá na Fazenda Santa Clara, o delegado Alexandre, junto com a equipe, foi honrado com a Medalha Evanovich de Investigação Policial em abril desse ano, na capital, Belém.

A homenagem é um incentivo aos policiais civis que, por seu trabalho de investigação, tenham ajudado a elevar o nome da instituição. O nome da comenda é uma homenagem ao ex-delegado de Polícia Civil, Manoel Ivanovich dos Santos, em reconhecimento pelo trabalho que realizou durante o exercício de seu cargo. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Defensores de empresários e advogado falam sobre prisões em Parauapebas

Defensores de empresários e advogado falam sobre prisões em Parauapebas

Os advogados Geovane Oliveira Junior e Abraunienes Faustino de Sousa concederam entrevistas na tarde desta quarta-feira (23) se posicionando sobre…
Empresários e advogado são presos por prostituição de adolescentes em Parauapebas

Empresários e advogado são presos por prostituição de adolescentes em Parauapebas

A Polícia Civil cumpriu mandados de prisão contra os empresários Mauro de Souza Davi, o Marola, que atua na promoção…
Homem é preso por porte ilegal de arma e tráfico de drogas

Homem é preso por porte ilegal de arma e tráfico de drogas

Um homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes em Redenção, sul do Estado.…
PM é recebida a tiros após desarticular ponto de drogas em Marabá

PM é recebida a tiros após desarticular ponto de drogas em Marabá

A Polícia Militar de Marabá foi recebida a tiros por suspeitos de tráfico de drogas no início da noite de…
Moedas do Brasil Império são apreendidas pela PF no Pará

Moedas do Brasil Império são apreendidas pela PF no Pará

A Polícia Federal apreendeu na manhã desta quarta-feira (23) moedas datadas da época do Brasil Império que foram encontradas por…
MP Eleitoral pede ao TSE cassação do senador Zequinha Marinho

MP Eleitoral pede ao TSE cassação do senador Zequinha Marinho

O Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) recorreu nesta segunda-feira (21) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília (DF), contra decisão…