Correio de Carajás

Guerra entre facções faz mais uma vítima em Parauapebas

Maicon certamente foi assassinado no mesmo dia em que desapareceu/ Foto: Divulgação

ESTÁ DEMAIS!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Família estava procurando pela vítima e nutria esperanças, mas um vídeo, divulgado nesta quarta-feira, já dava indícios de que o pior teria acontecido

O desaparecimento de Maicon Pinto Marque foi registrado na terça-feira (7), pela companheira, Jaciane Costa Pereira, na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, em Parauapebas. E na tarde de ontem (8) o caso teve desfecho trágico: ele foi encontrado morto. A família já imaginava que isso poderia acontecer, pois circulava um vídeo em grupos de WhatsApp, onde ele aparece em um matagal, dizendo que está deixando de seguir a uma facção criminosa (Comando Vermelho), para seguir outra (PCC).

Por volta das 16h15, Centro de Controle Operacional (CCO) recebeu relato de que havia um corpo em uma grota no final Rua 14, no Bairro dos Minérios. Às 16h30 o cadáver foi encontrado e às 18h foi removido com auxílio do Corpo de Bombeiros. Era realmente Maicon. Ele estava só de cueca, mas ainda com a mesma camisa em que aparece no vídeo; o rapaz estava de mãos amarradas e com um golpe profundo no pescoço.

Cadáver da vítima foi retirado da grota no final da Rua 14, com apoio do Corpo de Bombeiros/ Foto: Ronaldo Modesto

No relato feito por Jaciane, assim que Maicon desapareceu, ela tinha sido visto pela última vez na segunda-feira (6). O vídeo passou a circular justamente nesta quarta, nas redes sociais. Nas imagens, a irmã de Maicon, que prefere não ser identificada na reportagem, já afirmava que se tratava realmente dele.

Leia mais:

Em meio às incertezas quanto o paradeiro de Maicon, o Correio de Carajás conseguiu contatar uma parente do desaparecido, residente em São Luís, capital do Maranhão. Em entrevista por telefone, a mulher confirmou se tratar de Maicon no vídeo em questão, mas alegou nunca ter tido notícias do envolvimento do irmão em qualquer atitude ilícita.

Ela disse que ele tem problemas com entorpecentes e que já se afastou das drogas com sucesso, mas não soube informar se houve uma recaída. A irmã manifestou sua preocupação com a cunhada, Jaciane, dizendo que ela se encontra “em estado de choque”, e disse que a Polícia Civil a informou que as investigações estão em curso, sem detalhes. Agora, o desaparecimento teve um fim trágico. (Juliano Corrêa com informações de Ronaldo Modesto e Ítalo Almeida. Colaborou Chagas Filho)

 

Comentários

Mais

Mulher de 27 anos morre na BR-230

Mulher de 27 anos morre na BR-230

Entre os corpos que passaram pelo Instituto Médico Legal (IML) no final de semana está Jessica Moreira Padilha, de 27…
Assaltante é preso com arma e tornozeleira eletrônica

Assaltante é preso com arma e tornozeleira eletrônica

O homem que foi preso no final de semana em Marabá, portando uma pistola .380 Taurus, com 15 munições intactas,…
Quase 260 toneladas de manganês são apreendidas em Marabá

Quase 260 toneladas de manganês são apreendidas em Marabá

Ao menos 259 toneladas de minério do tipo manganês transportadas de forma ilegal foram apreendidos em Marabá, no sudeste do Pará.…
Caseiro é preso por porte ilegal de arma

Caseiro é preso por porte ilegal de arma

Francisco Borges Pereira, que trabalhava como caseiro de um sítio na Vila Lajeado 1, zona rural de Marabá, foi preso…
Mulher é autuada com mais de 50 gramas de maconha no Alto Bonito

Mulher é autuada com mais de 50 gramas de maconha no Alto Bonito

Carregando mais de 50 gramas de maconha na bolsa, Rayris Souza Ramos saiu correndo ao avistar a guarnição da Guarda…
Comeu manga, invadiu empresa para usar o banheiro e acabou na delegacia

Comeu manga, invadiu empresa para usar o banheiro e acabou na delegacia

Paulo Sérgio Silva, de 20 anos, foi levado para a 20ª Delegacia de Polícia Civil de Parauapebas após ser flagrado…