Correio de Carajás

Unifesspa avalia e apresenta projeto para Canaã em 2021

Atualmente, a Unifesspa oferece seis cursos de graduação em Canaã dos Carajás/ Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Representantes da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Prefeitura de Canaã dos Carajás se reuniram, na última sexta-feira (15), para fazer um balanço das ações desempenhadas pela Unifesspa na cidade, além de traçar planejamento estratégico para 2021.

A reunião contou com a presença da prefeita da cidade, Josemira Gadelha, secretários municipais, professores da Unifesspa e equipe do Polo de Ensino, Pesquisa, Extensão, Tecnologia e Inovação (Pepeti). Atualmente, a Unifesspa possui sete turmas ativas em Canaã: Duas de agronomia, letras, engenharia civil, mecânica, elétrica e artes visuais.

“Todo o nosso potencial não vale nada se não der retorno para a comunidade. O PEPETI aqui em Canaã dos Carajás atua fortemente cumprindo a nossa função social constitucional, de fazer não só o ensino, mas a pesquisa e extensão, com uma parceria muito forte”, declarou o diretor-geral Pepeti, prof. Diego Macedo.

Leia mais:

Já a prefeita de Canaã dos Carajás enfatizou que o desenvolvimento sustentável de Canaã dos Carajás precisa passar pela educação, e com a relação com a Universidade. “Quando a gente fala de uma cidade que a gente quer que desenvolva, que tenha geração de emprego e renda, isso passa pela educação”, declarou.

Na oportunidade, a secretária de Educação do município, Roselma Milani, destacou que a presença da Unifesspa em Canaã já tem gerado bons frutos e ajudado a mobilizar toda a comunidade escolar. “O que é muito importante é que a Universidade possui hoje uma integração muito forte com a educação básica, a partir dos projetos de extensão e de pesquisa, e isso motiva não só os nossos professores a buscar a ampliação dos seus conhecimentos, como também amplia a visão dos nossos meninos e meninas para buscar as perspectivas de inclusão, iniciação científica e participação na vida acadêmica”, disse. (Fonte Unifesspa)

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…