Correio de Carajás

Tribunal do crime executa jovem e envia foto pra mãe

Ela falou com o filho pela última vez na noite de domingo, pelo telefone celular, e sentiu um pressentimento de que alguma coisa ruim teria acontecido

O corpo de um homem que estava sumido desde o último domingo foi encontrado nesta quarta-feira (10), já em decomposição, em uma área de mata de difícil acesso, no Bairro Decouville, em Marituba, na Região Metropolitana de Belém. Ele apresentava marcas de tiros.

O rapaz foi identificado como Leandro do Espírito Santo, de 22 anos, que tinha envolvimento com drogas, segundo a mãe dele revelou para a polícia. O local do encontro do corpo é conhecido como área de desova, onde seis corpos já foram resgatados, de acordo com policiais que conhecem a região.

Fotos do rapaz morto circularam na segunda-feira (8) em grupos de mensagens, o que leva os policiais a acreditarem que ele foi submetido e condenado à morte pelo tribunal do crime de uma facção criminosa. Uma das fotos foi mandada pelos assassinos para a mãe da vítima.

Leia mais:
: Investigador Moreira fez os primeiros levantamentos no local do crime

O cadáver foi encontrado por moradores da área que estavam apanhando açaí na mata e sentiram o forte odor do corpo em decomposição. A polícia e a perícia criminal foram acionadas e seguiram para o local para fazer os levantamentos e providenciar a remoção para o IML.

A mãe do jovem disse aos policiais que falou com o filho pela última vez na noite de domingo, pelo telefone celular, e sentiu um pressentimento de que alguma coisa ruim teria acontecido, pois ele parecia se despedir da mãe e de uma filha dele que ela criava.

Na segunda-feira, as fotos do rapaz morto em uma área localizada atrás de um cemitério foram divulgadas e a mãe dele procurou a Delegacia da Polícia Civil de Marituba para informar o fato. As buscas foram feitas, mas o corpo não foi localizado na ocasião, pois, conforme os policiais, os assassinos quando souberam da repercussão das fotos divulgadas, arrastaram o corpo para outro local da mata, de difícil acesso, para dificultar o resgate. (Ver-o-fato)

 

Comentários