Correio de Carajás

Traficante cai pela terceira vez em quatro meses

Magno, o “Zarolho”, teve a preventiva decretada ontem, por tráfico de drogas/ Foto: Josseli Carvalho
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nesta sexta-feira (4), o Poder Judiciário decretou a prisão preventiva de Magno Oliveira de Sousa. Ele havia sido preso no dia anterior (quinta-feira, 3) acusado de tráfico de drogas. De junho para cá esta foi a terceira prisão de Magno, também conhecido como “Zarolho”. Nãos e sabe por que ele sempre conseguia sair da cadeia rapidamente, mas agora coma preventiva decreta, a situação parece que será diferente.

A prisão de “Zarolho” ocorreu por volta das 15h, quando policiais militares faziam rondas rotineiras pela Rua das Mangueiras, no Bairro Jardim União e se depararam com dois indivíduos em um terreno baldio, que correram ante a presença dos militares. Os dois só foram pegos na Rua Lauro Sodré. Um deles era justamente Magno, o “Zarolho”.

No local onde os dois estavam os policiais encontraram 26 petecas de crack, já devidamente embaladas para a comercialização, além de tesoura, linha e mais saquinhos plásticos. Na delegacia, ele não quis falar com a Imprensa.

Leia mais:

Na decisão pela previsão preventiva, o juiz Alexandre Hiroshi Arakaki, titular da 2ª Vara Criminal de Marabá, ao analisar toda a situação que envolve o acusado, deixou claro que, neste caso, “a prisão preventiva é a única capaz de garantir a ordem pública”.

De fato, não é de hoje que Magno vem dando trabalho para a polícia com a comercialização de drogas no Núcleo Cidade Nova. No último dia 7 de julho ele conseguiu Alvará de Soltura, depois de ficar três dias preso.

Naquela ocasião, foram encontradas na casa dele 10 petecas de crack, três tesouras e um estojo com munições calibre 380. Além disso, na mesma residência, também foi localizado e apreendido um papel com anotações misteriosas, provavelmente referentes à movimentação do tráfico de drogas. No entanto, a Polícia Civil não revelou o conteúdo das anotações.

Antes disso, no dia 14, policiais militares lotados na 1ª Companhia Independente de Missões Especiais (CIME) prenderam Magno, também acusado de tráfico de drogas. A prisão aconteceu novamente no Jardim União, Núcleo Cidade Nova, área de atuação dele. Nesse dia ele alegou que tinha sido preso enganado, mas agora essa versão dificilmente convencerá alguém. (Chagas Filho e Josseli Carvalho. Colaborou: Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Motoqueiro bêbado provoca acidente na Folha 29

Motoqueiro bêbado provoca acidente na Folha 29

Após atravessar o canteiro central e tentar alcançar a pista, o condutor de uma motocicleta, Elias Alves de Almeida, de…
Motociclista morre ao bater moto em carro estacionado

Motociclista morre ao bater moto em carro estacionado

Uma fatalidade ceifou a vida do trabalhador rural Jorcelino Alves de Araújo, de 51 anos de idade, morador do município…
Adolescente é apreendido por matar desafeto no Bairro da Paz

Adolescente é apreendido por matar desafeto no Bairro da Paz

Entre os crimes registrados em Marabá está semana está o assassinato de Gabriel da Silva Ribeiro, de 24 anos. Ele…
Polícia faz caçada a um dos suspeitos de envolvimento na chacina de Parauapebas

Polícia faz caçada a um dos suspeitos de envolvimento na chacina de Parauapebas

Parauapebas presenciou, na última quarta-feira (15), uma cena de terror: cinco corpos foram encontrados Às proximidades do bairro Vila Nova,…
Moradores encontram corpo próximo à Folha 8

Moradores encontram corpo próximo à Folha 8

Moradores da Folha 8, Núcleo Nova Marabá, encontraram próximo ao Rio Tocantins um corpo, do sexo masculino, já em estado…
Colisão entre duas motos deixa um em estado grave

Colisão entre duas motos deixa um em estado grave

Após atravessar o canteiro central e tentar alcançar a pista, o condutor de uma motocicleta, de prenome Elias, se chocou…