Correio de Carajás

Sem confiança de parte da torcida, goleiro bicolor quer se firmar

Paulo Ricardo quer seguir titular no time bicolor | Jorge Luiz/Paysandu
Paulo Ricardo quer seguir titular no time bicolor | Jorge Luiz/Paysandu
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com 15 partidas seguidas como titular entre Série C e Copa Verde, o goleiro Paulo Ricardo inicia a nova temporada numa situação totalmente nova em sua carreira. Depois de anos esperando por oportunidade, ele tem a confiança dos companheiros, mas terá que mostrar ao novo comandante que tem condições de continuar na atual posição. O atleta afirma ser sabedor que é necessário sempre estar muito bem para garantir a posição e se diz confiante no que pode fazer em 2021.

“Pelo desempenho, posso me sentir seguro para assumir a posição de titular. Mas, a cada dia tenho que mostrar meu trabalho e dar meu melhor para provar que mereço estar nessa posição”, disse. “Eu fiz alguns bons jogos. Essa condição de titular me deixa satisfeito, mas sempre tem algo para melhorar em todos os aspectos”, completou o goleiro bicolor.

Curiosamente, agora Paulo Ricardo desempenha o papel de jogador que passa a experiência aos mais jovens, mesmo tendo apenas 24 anos. “Quando eu subi, usava os jogadores da base que já estavam no profissional como referência. Isso acontece agora. Eu procuro aconselhar, contar um pouco de como foram as coisas comigo. Sempre é importante ajudar”, confirmou o jogador, que mostra confiança nos garotos que estão subindo da base para o profissional nesse começo de ano. “Todos os jogadores que estão compondo o elenco profissional jogaram o Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Eles fizeram ‘por onde’ para estarem no profissional. Isso também vai servir de experiência para todos eles”.

Leia mais:

MANAUS

Depois de uma vitória folgada diante do Galvez-AC, nesta quarta-feira o Papão encara pela Copa Verde um adversário do mesmo nível técnico, contra quem jogou duas vezes na Terceirona. Para Paulo Ricardo, os dois jogos com o Manaus-AM prometem um equilíbrio bem maior e a necessidade de saber jogar uma competição com jogos de ida e volta. “Agora serão jogos mais equilibrados. Não podemos fazer um bom jogo dentro de casa e um ruim fora. Temos que manter o equilíbrio e ter uma boa postura nos dois jogos. Fizemos dois jogos difíceis contra o Manaus e eles mantiveram a base. Então precisamos estar preparados, pois as dificuldades devem ser as mesmas”.(Tylon Maués/ Diário Online)

Comentários

Mais

Jokic é expulso, Suns varre Nuggets e está na final do Oeste

Jokic é expulso, Suns varre Nuggets e está na final do Oeste

O Phoenix Suns superou o Denver Nuggets na noite de domingo por 125 a 118, varreu o adversário, viu o…
Irving se lesiona, Bucks vence Nets e empata série

Irving se lesiona, Bucks vence Nets e empata série

O Milwaukee Bucks venceu o Brooklyn Nets por 107 a 96 neste domingo e empatou a série semifinal da conferência…
Clippers reage e reduz desvantagem na série contra o Jazz

Clippers reage e reduz desvantagem na série contra o Jazz

O Los Angeles Clippers finalmente chegou às semifinais do Oeste: a equipe angelina, sob comando dos astros Paul George e…
Joel Embiid: "Não é fácil jogar com lesão no joelho"

Joel Embiid: "Não é fácil jogar com lesão no joelho"

Quem vê Joel Embiid em quadra pode nem lembrar, mas o astro está participando das semifinais de conferência sem condições…
Christian Eriksen fala pela 1ª vez após desmaio: 'Não vou desistir'

Christian Eriksen fala pela 1ª vez após desmaio: 'Não vou desistir'

“Obrigado a todos, não vou desistir”. Estas são as primeiras palavras do meia Christian Eriksen, da seleção da Dinamarca, através…
Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela

Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela

O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi palco na noite deste domingo (13) da estreia da seleção brasileira na Copa…