Ads

> A Secretaria de Obras destinará cinco mil quilômetros de asfalto para municípios do interior do estado, nos próximos meses.

Ads

> O anúncio foi feito pelo secretário executivo de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), Ruy Cabral, na quinta-feira (22), durante o encerramento da 15ª Reunião Ordinária do Conselho das Cidades, que teve início na última terça-feira, em Belém.

> “O estado dará continuidade, a partir da abertura de propostas para asfaltos nos interiores, à política de pavimentação que já existia nas gestões passadas, mas que faremos com uma nova roupagem, de forma mais transparente e responsável. Então, os municípios devem ficar atentos, para que possam submeter seus projetos”, anunciou Ruy.

> Além do bom desempenho de Jair Bolsonaro, que venceria a disputa pela Presidência da República nos três cenários em que tem o nome testado, outro destaque na pesquisa VEJA/FSB é o apresentador Luciano Huck.

> Nos dois cenários testados, com Bolsonaro e sem o presidente, o apresentador recebe entre 11% e 13% das intenções de voto, respectivamente, em um desempenho bem melhor que o de nomes como o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o empresário João Amoêdo (Novo), presidenciável em 2018.

> Por ora, Huck não pretende entrar na disputa, como considerou fazer em 2018. Mas continua engajado no movimento de renovação política Agora! e discutindo os problemas brasileiros em palestras pelo país. Recentemente, afirmou que o governo Bolsonaro é “o último capítulo do que não deu certo”. Cinco dias depois, viu o nome de uma de suas empresas na lista das que tomaram dinheiro emprestado do BNDES para comprar jatinhos.

> Cruzamento feito pela FSB entre os resultados da pesquisa de primeiro turno e votos dados por eleitores a Bolsonaro em 2018 mostra que Huck é o candidato que mais incomoda o presidente: Bolsonaro mantém 59% de seus eleitores e perde 8% para Huck, 6% para Ciro, 5% para Amoêdo, 4% para Doria e 3% para Haddad.

Ads