Correio de Carajás

Rios reagem a primeiras chuvas na região

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Bastou a primeira semana de chuvas periódicas sobre a região sul e sudeste do Estado para que os principais rios, como Vermelho, Parauapebas, Tocantins e Itacaiúnas comecem a apresentar reação à seca que os assolava. Em Marabá, onde o volume do Rio Tocantins chegou a estar em um patamar histórico de baixa, em 1,18 metros de profundidade média, o nível nesta sexta-feira (3), na régua pluviométrica, era de 1,58 metros. Contrariando até a previsão da Eletronorte que era de apenas 1,29 para ontem.

CLIMA

Segundo o portal Clima Tempo, o fenômeno que trouxe chuva para a região esta semana é explicado por grandes áreas de instabilidade se espalharam sobre o centro-sul e leste do Pará e sobre Tocantins nos últimos três dias de outubro e provocaram chuva forte e volumosa.

Leia mais:

Localidades dos dois estados entraram na lista dos 10 maiores volumes de chuva registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia. A chuva veio em boa hora para apagar o fogo das queimadas. No começo da semana anterior, a região entre o leste do Pará, o Tocantins e o Maranhão tinha a maior concentração de focos de fogo no Brasil.

Uma frente fria que chegou ao sul da Bahia na quarta-feira ajudou a manter e a intensificar as áreas de instabilidade que já estavam ativas sobre o Pará e o Tocantins. Os dois estados terão pancadas de chuva frequentes nos próximos dias. Há risco de temporais em vários locais dos dois estados. Todos os estados da Região Norte devem ter pancadas de chuva até o domingo. (Da Redação)

Bastou a primeira semana de chuvas periódicas sobre a região sul e sudeste do Estado para que os principais rios, como Vermelho, Parauapebas, Tocantins e Itacaiúnas comecem a apresentar reação à seca que os assolava. Em Marabá, onde o volume do Rio Tocantins chegou a estar em um patamar histórico de baixa, em 1,18 metros de profundidade média, o nível nesta sexta-feira (3), na régua pluviométrica, era de 1,58 metros. Contrariando até a previsão da Eletronorte que era de apenas 1,29 para ontem.

CLIMA

Segundo o portal Clima Tempo, o fenômeno que trouxe chuva para a região esta semana é explicado por grandes áreas de instabilidade se espalharam sobre o centro-sul e leste do Pará e sobre Tocantins nos últimos três dias de outubro e provocaram chuva forte e volumosa.

Localidades dos dois estados entraram na lista dos 10 maiores volumes de chuva registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia. A chuva veio em boa hora para apagar o fogo das queimadas. No começo da semana anterior, a região entre o leste do Pará, o Tocantins e o Maranhão tinha a maior concentração de focos de fogo no Brasil.

Uma frente fria que chegou ao sul da Bahia na quarta-feira ajudou a manter e a intensificar as áreas de instabilidade que já estavam ativas sobre o Pará e o Tocantins. Os dois estados terão pancadas de chuva frequentes nos próximos dias. Há risco de temporais em vários locais dos dois estados. Todos os estados da Região Norte devem ter pancadas de chuva até o domingo. (Da Redação)

Comentários

Mais

Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária Em seu discurso no evento em Marabá, o presidente do Incra, Geraldo Melo Filho,…
Começa hoje a vacinação da  população sem prioridade

Começa hoje a vacinação da população sem prioridade

Um mutirão de dois dias vai marcar o momento tão esperado pelos marabaenses: o início da vacinação contra a covid-19…
Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

A Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás recebeu do Governo do Estado 3.140 doses de vacina contra o…
Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…
Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24…