Correio de Carajás

Repórter Correio 22/06/2021

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Volta às aulas

Com a vacinação ampla dos professores da rede contra a covid-19, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Marabá já se programa para o retorno das aulas presenciais no segundo semestre deste ano. O protocolo a ser seguido, datas, tudo está sendo discutido. Mesmo com a vacinação, esse retorno deverá ocorrer com amplo uso de máscaras, distanciamento e cuidados de higiene.

Covid em Marabá

Leia mais:

Até ontem, de acordo com o boletim diário da Secretaria de Saúde, a covid-19 havia sido responsável por 428 óbitos em Marabá. O número de casos confirmados era 18.833 e de recuperados 18.293. A maior incidência é sobre pessoas do sexo feminino: 50,8% e de faixa etária entre 21- 50 anos (64,6%).

Internação

Dos 50 leitos de UTI disponíveis, 47 estavam ocupados, ou 94%, sendo que 19 destes pacientes são moradores de Marabá. Já nas UCEs do Hospital Municipal há 15 ocupadas, das 16 disponíveis. Os leitos de enfermaria estão com 66,6% de taxa de ocupação.

Vacinação no Pará

O Pará soma 3.053.361 doses aplicadas, sendo 2.238.367 da primeira (cobertura de 60,57%) e 814.994 da segunda (cobertura de 22,05%), do total de 3.985.210 doses de vacina contra a covid-19 recebidas do Ministério da Saúde. A atualização foi disponibilizada nesta segunda-feira, às 14h, por meio do Vacinômetro do Governo do Pará. As vacinas recebidas pelo Estado são estas: Astrazeneca/Fiocruz (2.419.450 doses), CoronaVac/Butantan (1.289.640 doses) e Pfizer (276.120 doses). Até agora, 3.695.769 doses foram enviadas aos municípios paraenses, o que corresponde a um repasse de 97,76%.

Mais vacinas

O Estado do Pará recebeu na madrugada desta segunda-feira (21), a 34ª remessa de vacinas contra covid-19. Ao todo, foram enviados pelo Ministério da Saúde, 217.000 doses da vacina Astrazeneca. Essa remessa vai garantir a segunda dose dos que estão no calendário, após 3 meses da primeira. A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), está elaborando o planejamento de distribuição das doses para os Centros Regionais de Saúde. O envio deve ser feito nos próximos dias, por vias terrestre, aérea e fluvial, e contará com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Carne e exportação

A divisão de carnes processadas da Minerva Foods, chamada Minerva Fine Foods, foi habilitada para exportar produtos cozidos e congelados aos Estados Unidos, informou a companhia em comunicado nesta segunda-feira. Com uma planta localizada em Barretos (SP), esta é a unica operação de processados da companhia no Brasil. Segundo o comunicado, a unidade habilitada se junta a outras cinco plantas da Minerva Foods que podem embarcar a proteína bovina aos norte-americanos. As fábricas de Araguaína (TO), Janaúba (MG), Paranatinga (MT) e Palmeiras de Goiás (GO) estão autorizadas a exportar carne in natura, e Barretos (SP) pode embarcar carne enlatada.

Comentários

Repórter Correio

Ensaio de Chuva Marabá teve nesta sexta-feira (30) registro de pancadas de chuvas em alguns bairros na área urbana, sendo…

Repórter Correio

Novo livro O aclamado e premiado autor paraense Salomão Larêdo confirmou ontem ao Repórter Correio que o lançamento da sua…

Repórter Correio

Covid em Marabá A vacinação da população adulta em geral (até agora maiores de 25 anos, parcialmente) parece já vir…

Repórter Correio

Mais um aeroporto? Marabá e Carajás podem perder em breve o status de únicos aeroportos do sul e sudeste do…

Repórter Correio

Violência Mais um passo foi dado para aprimorar o combate à violência contra grupos vulneráveis no Pará. Para dar celeridade…

Repórter Correio

Alívio e esperança Marabá completou nesta segunda-feira três dias sem mortes por covid-19. Os números em relação a pacientes graves…