Correio de Carajás

Repórter Correio 19/01/2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Prepare o bolso

A Petrobras reajustou o preço médio do litro da gasolina vendida nas refinarias em R$ 0,15. O novo valor será de R$ 1,98 para as revendedoras e entrará em vigência a partir desta terça-feira (19). O preço final aos motoristas dependerá de cada posto de combustíveis, que tem suas próprias margens de lucro, além do pagamento de impostos e custos com mão de obra.

Prepare o bolso II

Leia mais:

De acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), feito na semana entre os dias 10 e 16 de janeiro, o litro médio da gasolina comum no país custava R$ 4,572; o do diesel, R$ 3,685; o do etanol, R$ 3,202, e o botijão de 13 kg, R$ 76,50. Em Marabá, com esse novo aumento, o litro deve finalmente bater os R$ 5 em alguns postos.

Covid no Pará

A Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) confirmou nesta segunda-feira (18) mais 1.249 casos de infectados com o novo coronavírus e 15 óbitos. Agora, são 311.063 casos e 7.427 óbitos no estado. De acordo com o boletim, foram registrados 130 novos casos de Covid-19 e 11 óbitos nos últimos sete dias, além de 1117 casos e 4 óbitos ocorridos em dias anteriores.

Covid no Pará II

O Pará possui, até então, 290.310 recuperados, 48.649 casos descartados e 1.295 casos em análise. Em relação à ocupação de leitos na rede estadual, o Pará tem 45% dos leitos clínicos e 77% das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocupados. De acordo com a Sespa, já foram realizados 446.260 testes rápidos e 102.449 testes de PCR para Covid-19, até então.

Produção Agropecuária

Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2020, estimado com base nas informações de novembro, é de R$ 885,8 bilhões. O valor é 15,1% acima do valor de 2019, que foi de R$ 769,8 bilhões. As lavouras tiveram um acréscimo de valor de 19,2% e a pecuária, 7,3%. Sete produtos das lavouras puxaram o VBP deste ano em relação ao ano passado: amendoim (36,3%), arroz (35,5%), cacau (23,7%), café (39,8%), milho (20,9%), soja (40,4%) e trigo (48%). Na pecuária, os destaques são carne bovina (14,5%), suína (23,3%) e ovos (10,1%).

Dpvat

A Caixa Econômica Federal começou a receber ontem (18) as solicitações do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat). Inicialmente, os pedidos de indenização deverão ser feitos nas agências da Caixa e, em breve, o banco também disponibilizará o aplicativo Caixa Dpvat, tornando as operações 100% digitais.

Dpvat II

A Caixa receberá os avisos de sinistros ocorridos a partir do dia 1º de janeiro de 2021. Acidentes ocorridos até 31 de dezembro do ano passado, independentemente da data de aviso, permanecem sob responsabilidade da Seguradora Líder, até então gestora do seguro.

Comentários

Repórter Correio 15/06/2021

    Exame de Ordem O Exame de Ordem Unificado da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pela primeira vez…

Repórter Correio 12/06/2021

Covid no Pará O Pará registrava até esta sexta-feira (11) um total de 533.496 casos de covid-19 e 14.946 mortes…

Repórter Correio 10/06/2021

Partage expandindo Proprietário dos shoppings de Marabá e de Parauapebas, o grupo Partage segue com apetite no mercado e, em…

Repórter Correio 08/06/2021

Movimentou Marabá Milhares de candidatos a uma vaga de praça da Polícia Militar do Pará passaram por Marabá no final…

Repórter Correio 07/06/2021

Colapso de reservatórios Em uma dura nota técnica, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que os reservatórios de…

Repórter Correio

Colapso de reservatórios Em uma dura nota técnica, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que os reservatórios de…