Correio de Carajás

Queimada no Aterro Sanitário causa fumaceiro que irrita até motoristas

Na tarde desta terça, continuava o resfriamento da área (Foto: Ulisses Pompeu)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Começa o período de estiagem e poucas semanas depois tem início um tormento anualmente conhecido e sofrido na pele pelos marabaenses: a poluição do ar causada por incêndios. A cidade fica encoberta pela fumaça e até dormir na madrugada é difícil com ela invadindo os quartos das casas. Nos últimos dois dias o problema se intensificou e foi alvo de intensa reclamação dos moradores, tanto em redes sociais como junto aos veículos de comunicação.

Nesta terça-feira (13), o Disque Denúncia Sudeste do Pará lançou uma campanha nos canais que mantém abertos na internet pedindo à população que denuncie os crimes de meio ambiente observados na cidade, ressaltando que as queimadas são motivo de preocupação tanto pelo dano ambiental quanto pelos prejuízos provenientes do fogo e da fumaça, como perda de propriedades e acidentes na aviação e transportes terrestres.

A baixa umidade do ar e o calor excessivo auxiliam na propagação rápida de fogo e até mesmo áreas de responsabilidade de quem deveria lutar contra o problema, no caso a Secretaria de Saneamento Ambiental (SSAM) de Marabá, são afetadas. Na manhã desta terça, o Correio de Carajás recebeu a denúncia – junto de uma foto – de uma queimada ocorrida na área do Aterro Sanitário da cidade. A denúncia partiu dos próprios motoristas de caminhões empregados na manutenção do lixo e repassada, inclusive, ao Ministério Público do Estado do Pará para investigação.

Leia mais:

BARRADOS

A equipe do portal esteve no local na manhã de hoje, mas teve o acesso barrado pela Prefeitura Municipal, que não permitiu a realização de imagens da área. À tarde, com ajuda de drone, foi possível identificar a parte onde ocorreu a queimada do lixo, que é proibida e acarreta grandes danos ambientais.

O Correio apurou que o fogo se iniciou na tarde de domingo, dia 11, algumas horas antes da madrugada de segunda-feira (12), quando parte da população acordou sufocada por fumaça e relatando sentir cheiro característico de lixo queimado, como plástico derretido, por exemplo. Procurada, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal afirma, contudo, que a fumaça que cobre a zona urbana de Marabá não está ligada à queimada no aterro sanitário que, conforme o órgão, foi rapidamente controlada.

A pasta confirma a ocorrência de um “princípio de incêndio” de forma acidental e declara que, imediatamente, equipes da SSAM enviaram carros pipa ao local para apoio a um veículo desta natureza que permanece no aterro e que estes debelarem o foco, garantindo que a situação já está normalizada. Todavia, quando o drone do portal sobrevoou a área na tarde desta terça-feira, um caminhão pipa ainda atuava na operação abafa, inclusive com jatos de água em direção às áreas queimadas.

METANO

Segundo a Secom, é corriqueiro que situações como esta aconteçam nesta época, em decorrência do contato de gás metano, altamente combustível, com o ar extremamente seco sob o forte sol de Marabá. Por este motivo, assegura, um carro pipa é mantido frequentemente no local, inclusive fazendo resfriamento do terreno.

Importante destacar que o artigo 54, da Lei 9.605 de 1998, conhecida como a Lei de Crimes Ambientais, preceitua que causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora, é crime. (Luciana Marschall e Ulisses Pompeu – com colaboração de Karine Sued e Evangelista Rocha)

Comentários

Mais

Mudanças na Transamazônica começam a funcionar nesta sexta-feira (6)

Mudanças na Transamazônica começam a funcionar nesta sexta-feira (6)

Os motoristas que trafegam pela rodovia Transamazônica poderão utilizar as mudanças das novas rotas já nesta sexta-feira (6). As equipes…
Pará recebe mais uma remessa de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (5)

Pará recebe mais uma remessa de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (5)

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (5), mais 97.110 doses da vacina Pfizer. Esta é a 52º remessa que…
MP diz que Sérgio Hondjakoff era mantido em cárcere privado em clínica, ator nega

MP diz que Sérgio Hondjakoff era mantido em cárcere privado em clínica, ator nega

O ator Sérgio Hondjakoff, de 37 anos, conhecido por fazer o personagem Cabeção em “Malhação”, da TV Globo, estava entre os internos…
Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus é homenageada com boneca

Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus é homenageada com boneca

A biomédica brasileira Jaqueline Góes de Jesus foi uma das cientistas escolhidas pela fabricantes de brinquedos Mattel para ser homenageada…
Transformação digital é desafio do MEC com volta de aulas presenciais

Transformação digital é desafio do MEC com volta de aulas presenciais

O secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC) Victor Godoy Veiga afirmou hoje (5) que o retorno às aulas presenciais nas escolas públicas de todo o país…
Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina

Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina

O Instituto Butantan recebeu, hoje (5), mais 4 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA), o suficiente para produzir cerca…