Correio de Carajás

Ponte da Rua 11, em Parauapebas, ficará interditada por tempo indeterminado

O bloqueio que José Tomás tenta furar não sairá desse local tão cedo/ Fotos: Ronaldo Modesto
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

José Tomás de Oliveira se esforçava na tarde desta terça-feira (23) para passar a bicicleta por cima das estruturas de concreto que bloqueiam a cabeceira da ponte sobre o Igarapé Ilha do Coco, na Rua Vinícius de Moraes, que dá acesso à Rua 11 e, consequentemente, ao Bairro Liberdade.

Ele tentava diminuir o trajeto que necessitava percorrer, isso porque a vida de quem precisa sair do bairro ou entrar nele está mais difícil desde a tarde do último sábado, dia 20, quando a Defesa Civil de Parauapebas interditou duas pontes sobre o canal, que corta o município.

Uma das estruturas é a que José Tomás tentava acessar nesta quarta e a outra fica localizada na Rua Santa Catarina com a Rua 10, interligando os bairros União e Liberdade. A interdição se deu após fortes chuvas elevarem o nível do Rio Parauapebas e este ter a vazão empurrada para o igarapé.

Leia mais:
Ponte que dá acesso à Rua 11 segue interditada

“Não era pra estar desse jeito, por causa de um serviço mal feito está acontecendo uma coisa dessa. Tem que fazer um serviço que preste pra não acontecer isso outra vez”, reclamava o ciclista enquanto tentava abrir caminho. 

José não é o único incomodado e a questão chegou à sessão desta terça (23) da Câmara Municipal, onde a vereadora Eliene Soares (MDB) protocolou indicação solicitando que o prefeito, José Lermen, providencie em caráter de urgência o reforço estrutural nas duas pontes de acesso ao bairro, a fim de normalizar o tráfego da comunidade.

Conforme ela, 15 mil moradores do Complexo Liberdade estão isolados e para acessar a região é necessário entrar pelo Bairro Rio Verde, por meio da Rua Perimetral Norte ou pelo morro. Também houve mudança nas rotas de micro-ônibus, o que dificultou a vida de quem não tem transporte e os motoristas por aplicativo, por sua vez, estariam se negando a fazer corridas para o local, devido ao aumento do percurso.

Segundo a vereadora, as estruturas das pontes foram comprometidas durante a movimentação de terra para alargamento do igarapé, na primeira etapa do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap) e a situação só veio à tona com as chuvas.

A ponte da Rua Santa Catarina deverá ser liberada até o final de semana, se as chuvas colaborarem

O Correio de Carajás consultou a assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal nesta terça, questionando se há previsão de abertura das pontes. Segundo o informado, o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil, a equipe do Prosap e Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) realizaram novas vistorias pela manhã.

A partir da análise, foram identificadas duas situações. Em relação à estrutura que dá acesso à Rua 11 será necessária uma intervenção de grande porte. De acordo com a assessoria de comunicação, a ponte permanecerá interditada por tempo indeterminado e obras que estavam previstas para etapas futuras do Prosap deverão ser adiantadas para solucionar a questão.

Antes da execução delas, entretanto, é necessária a emissão de laudo técnico para que haja autorização do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que financia o programa.

Já em relação à ponte da Rua 10, o município informa não ter havido danos na infraestrutura, porém foi identificado um pequeno deslizamento de terra pouco antes da cabeceira. Neste caso será feita, nos próximos dias, a proteção do talude. Caso o tempo colabore, sem registro de chuva exagerada, o serviço deve ser concluído em um prazo de dois dias. Em seguida, assegura a assessoria de comunicação, a ponte deverá ser liberada em mão dupla. (Luciana Marschall)

Comentários

Mais

Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária Em seu discurso no evento em Marabá, o presidente do Incra, Geraldo Melo Filho,…
Começa hoje a vacinação da  população sem prioridade

Começa hoje a vacinação da população sem prioridade

Um mutirão de dois dias vai marcar o momento tão esperado pelos marabaenses: o início da vacinação contra a covid-19…
Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

A Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás recebeu do Governo do Estado 3.140 doses de vacina contra o…
Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…
Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24…