Correio de Carajás

Polícia Civil de Marabá incinera mais de 220kg de drogas

AÇÃO POLICIAL

Mais de 220kg de drogas apreendidas em ações policiais somente no ano de 2021 foram incineradas em Marabá - Fotos: Evangelista Rocha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Maconha, crack e cocaína foram apreendidos somente nos seis primeiros meses de 2021

A Polícia Civil de Marabá incinerou na manhã desta sexta-feira, 25, um total de 226kg de drogas apreendidas em operações policiais no município somente no ano de 2021.
A incineração faz parte da Operação Narco Brasil, que acontece simultaneamente em várias cidades do País em que agentes da polícia realizam a destruição da droga.
Em Marabá, o local escolhido para incinerar a droga foi em uma cerâmica localizada na Rodovia Transamazônica, sentido São João do Araguaia.
Todos os entorpecentes – maconha, crack e cocaína – foram apreendidos em operações da Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Guarda Municipal.
“A polícia vem aplicando duros golpes no tráfico de drogas na região e esse é um exemplo contundente. Vamos continuar trabalhando na repressão”, explica o delegado Vinicius Cardoso.

O superintendente da Polícia Civil, Thiago Carneiro, e o delegado Vinicius Cardoso estiveram à frente da operação – Fotos: Evangelista Rocha

Realizando um trabalho em conjunto com os demais órgãos da segurança pública, o superintendente da Polícia Civil, Thiago Carneiro, explica que o apoio do canil da Guarda Municipal tem sido fundamental.
“Eles vêm contribuindo de forma significativa na apreensão de drogas. Vale ressaltar também que o Disque Denúncia é muito importante. É uma das ferramentas que sempre utilizamos, a ajuda da população é fundamental para que a informação chegue à polícia e para que possamos apurar in loco”, destaca.
Os 226kg de drogas incineradas foram avaliados em mais de R$ 1 milhão.

Drogas foram colocadas em fornos e incineradas – Foto: Evangelista Rocha

DVDs piratas
O delegado Thiago informou que também haveria a incineração de mais de seis mil cds e dvds piratas aprendidos em ações anteriores. (Ana Mangas e Zeus Bandeira)

Leia mais:
Comentários

Mais

Equatorial Pará acompanha operação da Polícia Civil no combate ao furto de energia

Equatorial Pará acompanha operação da Polícia Civil no combate ao furto de energia

A Equatorial Energia Pará, distribuidora de energia do Estado, ofereceu apoio às equipes da Polícia Civil, que estão atuando durante…
Populares capturam ladrão de moto no Betânia

Populares capturam ladrão de moto no Betânia

Um furto na Rua Matusalém, no bairro Betânia, em Parauapebas, deu errado para o autor, Eldione da Silva Farias, que…
Traficante da bike é preso no Bairro da Paz

Traficante da bike é preso no Bairro da Paz

A Polícia Militar realizou a prisão de Leonardo de Jesus Carvalho, de 22 anos, que estava traficando maconha em uma…
Valentão agride mulher, mas se esconde nos fundos da casa quando a polícia chega

Valentão agride mulher, mas se esconde nos fundos da casa quando a polícia chega

No dia de ontem, quarta-feira (24), a Polícia Militar atendeu a uma ocorrência de violência doméstica, que ocorreu na Rua…
Dupla de assaltantes é presa no Bairro Liberdade, em Marabá

Dupla de assaltantes é presa no Bairro Liberdade, em Marabá

Na noite desta quarta-feira (24), a Polícia Militar fazia rondas nas proximidades da Rua Orlando Solino, no Bairro Liberdade, Núcleo…
João de Deus é condenado a mais 44 anos de prisão por estupro

João de Deus é condenado a mais 44 anos de prisão por estupro

João de Deus foi condenado a 44 anos de prisão por estupro contra duas mulheres e estupro de vulnerável contra outras…