Correio de Carajás

PCC corta cabeça de homem

Homem aparece no primeiro vídeo sendo coagido por criminosos/ Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Circulam pelas redes sociais dois vídeos assustadores (um de 23 e outro de 25 segundos) que revelam o lado mais bárbaro da guerra entre as fações Comando Vermelho (CV) e Primeiro Comando da Capital (PCC). O segundo vídeo exibe um corpo sem cabeça, sendo quase partido ao meio e durante a narrativa uma das pessoas filmadas afirma que a barbárie está acontecendo em Parauapebas. A vítima foi identificada como Wendel Fabrício Correia, conhecido como “De Belém”, de 19 anos.

No primeiro vídeo, um homem jovem, branco, como o rosto ensanguentado, aparece sentado no mato e seguro pelo pescoço. Ele é manietado por ao menos três algozes, que o perguntam se ele é do CV. Diante da pressão, homem confirma que faz parte do Comando Vermelho.

Em seguida um dos algozes exibe um revólver, provavelmente de calibre 38, e também mostra uma faca. Em seguida diz que isso (as armas) é para os membros do CV. Nesse momento o vídeo acaba e na filmagem seguinte já aparece uma pessoa sem cabeça e com o tórax rasgado ao meio, dando a entender que se trata da mesma pessoa, mas não é possível ter certeza porque o rosto não aparece.

Leia mais:

Nessa segunda filmagem, enquanto os criminosos que estão filmando exibem o ser humano retalhado, eles afirmam que é “isso” que vai acontecer com os membros do Comando Vermelho.

Depois que as filmagens tomaram conta de grupos de WhatsApp, a mãe da vítima, Fátima Correia, reconheceu o filho. Ela mora há cinco anos em Parauapebas no loteamento Soldado Daniel, entre os Bairros Cidade Jardim e dos Minérios. Fátima conta que seu filho saiu de casa no último domingo (3), por volta das 20h, dizendo que iria à casa de amigos, mas foi a última vez que ela o viu com vida.

Fátima conta que ao ver os vídeos reconheceu o filho e entrou em desespero. “Eu só quero encontrar o corpo de meu filho e pelo menos ter a oportunidade de fazer um velório e enterro dignos”, declarou, acrescentando que o rapaz não participava de nenhuma facção criminosa e no vídeo foi forçado a falar que participava. “As autoridades precisam reforçar a segurança em Parauapebas, quero justiça. Não temos que ter medo, temos que ter fé em Deus”, pediu.

A reportagem do Jornal CORREIO, em Parauapebas, conversou com o delegado Gabriel Henrique, diretor da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil. Ele confirmou ter instaurado uma investigação preliminar, antes mesmo da confirmação de que o caso havia ocorrido mesmo em Parauapebas.

O delegado solicita à população que ajude a polícia com informações tanto por meio do Disque Denúncia 181 ou comparecendo pessoalmente à delegacia.

SAIBA MAIS

Há dois anos ele teve passagem pela polícia pelo consumo de drogas, foi solto, passou um tempo em Macapá com seu pai, onde tem companheira e filha e desde dezembro de 2018 estava em Parauapebas.

(Chagas Filho)

Comentários

Mais

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Entrou em investigação um possível suicídio acontecido dentro da Delegacia de Polícia Civil de Rondon do Pará na manhã deste…
Traficante usava filha na comercialização da droga

Traficante usava filha na comercialização da droga

Foi preso neste sábado (19) Elenildo Escardoa da Silva, acusado de tráfico de drogas e corrupção de menor, no bairro…
Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

A Delegacia da Polícia Federal de Marabá/PA recebeu uma ocorrência policial apresentada pela PRF, tratando-se de um transporte de drogas…
Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Foi apresentado às autoridades de polícia: Cleiton Sousa dos Santos, de 34 anos, no bairro Tropical II, em Parauapebas. O…
Pai perde filho em acidente de moto

Pai perde filho em acidente de moto

Nesta sexta-feira (18) um acidente envolvendo uma moto e um carro com caçamba vitimou Jardson Carvalho Santos, de 18 anos,…
Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

A conclusão do trabalho de perícia no cadáver de um homem encontrado enforcado com ferimentos nos pulsos e na região…