Onildo Rocha teve vida longa e também trabalho ativo no comércio da cidade/ Foto: Arquivo Correio
Ads

Uma cerimônia rápida, mas cheia de emoção, com a família e amigos mais próximos, marcou o sepultamento do veterano comerciante Onildo Pimentel Rocha, na manhã de 28 de julho, no Cemitério da Saudade, na Nova Marabá. O caixão com o corpo foi depositado no mausoléu da família, no mesmo lugar onde está enterrado o filho Leonildo Rocha, o Léo da Leolar, e outros parentes. Antes disso, houve uma missa de encomendação, proferida pelo padre Mário Maestri, esta no local do velório, na Casa da Amizade, ao lado da Igreja dos Capuchinhos.

Ads

Seu Onildo, como era tratado comumente, faleceu no sábado (27), por volta das 5 horas da manhã, aos 87 anos. Ele estava na casa da filha Mirtes, com quem morava atualmente em Marabá. Segundo a família, ele teve uma morte pacífica, em silêncio, após ter tomado um copo de água e voltado a descansar.

Onildo era um dos filhos do histórico gráfico e jornalista João Corrêa da Rocha e de dona Mirtes Rocha. Também era pai, entre outros, do já falecido empresário Leonildo Rocha, do grupo varejista Leolar. Os demais filhos são Mirtes, Liêda, Lian, Marta e Havana, mais Maurício e Munir (os dois in memoriam). Um dos netos, Onildo Neto, viveu a maior parte da vida com ele, como filho de criação.

Onildo Rocha foi por muito tempo um dos líderes do mercado de papelaria em Marabá, com o seu Empório do Pará, loja que funcionou até bem pouco tempo de frente com a Praça São Francisco, na Cidade Nova, um dos pontos mais centrais do comércio da cidade. (Da Redação)

Ads