Correio de Carajás

Oitavas definidas e caminhos opostos

Na Resenha

Na Resenha

Chagas Filho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A definição dos confrontos das oitavas de final da Libertadores da América e o caminho dos 16 times que ainda disputam a maior competição de futebol do continente colocou os times brasileiros que estão do lado direito em um caminho mais difícil para chegar à grande final, enquanto os brasileiros que ficaram do lado esquerdo podem ter vida fácil, embora isso seja muito relativo em uma competição tão traiçoeira como a Libertadores.

A esquerda está de boas

Com as datas dos jogos definidas, do lado esquerdo ficaram Defensa Y Justicia X Flamengo (14/07); Olimpia X Internacional (15/07); Vélez Sársfiedl X Barcelona (14/07) e Cerro Porteño X Fluminense (13/07). Ou seja: muito possivelmente Flamengo, Inter ou Flu estarão nas semifinais.

Leia mais:

Na direita o bicho pega!

Já no lado direito, a situação é bem tensa. Os confrontos são Boca Juniors X Atlético-MG (13/07); River Plate X Argentino Juniors (14/07); São Paulo X Racing (13/07) e Universidad X Palmeiras (14/07). Ou seja, caso o Atlético passe pelo Boca terá provavelmente o River nas quartas, ao passo em que Palmeiras e São Paulo também devem duelar nas quartas. O nível nesse lado da chave é muito mais complexo.

Copa América no Brasil. Lá vamos nós!

Em publicação no Twitter hoje, o governo federal confirmou a realização da Copa América no Brasil. O ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Ramos, divulgou que a competição será disputada no país, um dia depois de escutarem o pedido da Conmebol e da CBF. Pouco antes, em evento da Fiocruz, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já havia indicado a realização do torneio no Brasil. Ele ressaltou que a Copa América seguirá os mesmos protocolos que já vêm sendo adotados nas competições da CBF e anunciou quatro sedes: Mato Grosso, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiás. Todas elas foram confirmadas pela Conmebol posteriormente, mas a entidade não sacramentou os estádios.

Decisão gera desconforto

A decisão de realizar o torneio no Brasil gerou críticas por parte da Imprensa esportiva, de atletas estrangeiros e também de dirigentes. O técnico da seleção da Argentina, Lionel Scaloni, por exemplo, deu a seguinte declaração: “Se tivermos que ir, vamos jogar e tentar fazer o melhor possível na Copa. Mas há muitas incógnitas sobre acomodação. Sinceramente, ainda é alarmante e preocupante. O Brasil não é o lugar ideal”.

Há diferença? Há!

Muitos têm se perguntado: se há jogos do Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores, por que não se pode realizar uma Copa América? A resposta é simples: essas competições geram recursos para os times pagarem seus funcionários (não apenas os jogadores), já a Copa América é um evento privado da Conmebol e não vai gerar ganho esportivo para o governo brasileiro, cuja prioridade deveria ser outra neste momento. Enfim, a Copa América, no atual cenário, é um evento com o qual e sem o qual o futebol continuará tal e qual.

 

Comentários
Pichação nos muros do Remo

Pichação nos muros do Remo

Clima quente no Centro de Treinamento do Clube do Remo, cujo portão e parte do muro amanheceram pichados nesta segunda-feira…

Eirksen ressuscitou

O meia Christian Eriksen recebeu alta do hospital onde estava internado, em Copenhague, há seis dias, desde que sofreu uma…
Arbitragem marabaense em boa fase

Arbitragem marabaense em boa fase

Vai se firmando cada vez mais no cenário nacional da arbitragem, o marabaense Djonaltan Costa. Na foto, ele (segundo da…
A força da “Lampions League”

A força da “Lampions League”

Não é possível cravar que a Copa do Nordeste, a famosa “Lampions League”, deu cancha aos times nordestinos para competições…
Selecionando a Seleção

Selecionando a Seleção

Entre mortos e feridos, todos se salvaram: os jogadores da Seleção Brasileira vão disputar a Copa América, estão fechados com…
Pikachu manda ver

Pikachu manda ver

Três gols em dois jogos… corrigindo: três golaços em dois jogos. Esse tem sido o início de Campeonato Brasileiro do…