Correio de Carajás

O tal do futebol

NA RESENHA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O tal do futebol (1)

Vamos lá: o futebol é um esporte de pouco ponto, diferente do vôlei, basquete e outros, em que cada subida ao ataque vai rendendo pontos, que se acumulam no final da partida e definem o vencedor. O tal do futebol é diferente, às vezes basta uma bola bem encaixada ou um vacilo num momento crucial e pronto, lá se foram 100 minutos de luta e suor. Foi assim que o Águia viu sua situação se complicar no Parazão 2021.

 

Leia mais:

O tal do futebol (2)

O time de João Galvão fez uma partida segura, teve sempre mais posse de bola, usou suas boas armas ofensivas, se manteve quase o tempo inteiro seguro na defesa. Mas bastou uma bola metida na área, em um lance que nem falta foi, para o Itupiranga vencer o jogo. Esse é o futebol.

 

Qualidades e defeitos

O Águia não fez uma partida ruim. Pelo contrário, algumas peças se destacaram bem, como o zagueiro Gilmar. Muito firme, ele não perdeu quase nenhuma bola. O próprio Da Silva, que atuou improvisado na zaga, também foi bem; além do experiente Balão Marabá, com toque refinado no meio campo e uma postura serena, sempre tentando conciliar os atletas que discutiam muito a cada lance perdido. A derrota veio mesmo porque faltou aquele último passe, aquela finalização mais caprichada; faltou tempero, faltou “Sazon”. Foi isso.

 

Vamos falar do vencedor

Os comandados de Wando Costa demonstraram uma aplicação tática que tenho visto poucas vezes entre os chamados “pequenos” do futebol paraense. O time jogou com uma linha de quatro, outra linha de cinco e apenas um atacante à frente das duas linhas. Sem a bola, a equipe se posicionou em bloco, entre a entrada de sua área até um pouco depois da faixa central. O Itupiranga não foi marcar lá em cima e povoou o segundo terço do campo. Com a bola, o bom Kaíke saia um pouco mais por dentro e o Alex um pouco pelo lado, mas sempre com a bola, dificilmente em projeção. O time se manteve assim, de forma cartesiana, e venceu o jogo. Foi uma partida de xadrez, venceu que teve mais paciência.

 

Horizontes diferentes

Enquanto o Itupiranga joga em Marabá, na contra o Independente, na última rodada, dependendo apenas das suas forças para se classificar em segundo ou mesmo em terceiro, o Águia de Marabá tem um horizonte mais nebuloso. O Azulão encara o Paysandu, em Belém, precisando pontuar. Detalhe: caso o Paragominas vença o Carajás nesta quinta-feira (22), o Águia viaja a Belém na condição de lanterna do Grupo C.

 

Saideira

A última nota da coluna vai para Júnior Ceceu, torcedor aguiano, que não desiste nunca!

 

Mais

Conmebol confirma dias e horários do retorno das Eliminatórias

Conmebol confirma dias e horários do retorno das Eliminatórias

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta quinta-feira (6) que a partida entre Brasil e Equador, válida pelas Eliminatórias…
"Sentimento difícil de escrever", diz Neymar após eliminação

"Sentimento difícil de escrever", diz Neymar após eliminação

Neymar se pronunciou pela primeira vez desde a eliminação do Paris Saint-Germain na Champions League para o Manchester City. O…
Pfizer faz acordo para vacinar atletas da Olimpíada de Tóquio

Pfizer faz acordo para vacinar atletas da Olimpíada de Tóquio

Os laboratórios Pfizer e BioNTech anunciaram nesta quinta-feira (6) que chegaram um acordo com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para fornecer…
Águia e Itupiranga estão fora no Parazão 2021

Águia e Itupiranga estão fora no Parazão 2021

Os times de Águia de Marabá e Itupiranga não conseguiram avançar para a semifinal do Campeonato Paraense de Futebol e…
Em meio a tensão na Colômbia, Flu x Júnior Baranquilla será no Equador

Em meio a tensão na Colômbia, Flu x Júnior Baranquilla será no Equador

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) transferiu mais dois jogos desta semana para fora da Colômbia, devido a uma onda…
Sem Romarinho, Águia tenta milagre diante do Remo

Sem Romarinho, Águia tenta milagre diante do Remo

O Águia de Marabá entra em campo, às 19h, diante do Remo, no Baenão, em Belém, com uma ladeira enorme…