Correio de Carajás

Novo Repartimento: Assassinatos de duas chocam a população

Fotos: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma mulher foi vítima de feminicídio e outra de assassinato no município de Novo Repartimento, no sudeste paraense. Sueli Rosa de Jesus e Alessandra Vieira dos Santos foram assassinadas em situações distintas. Um dos suspeitos identificado pelo nome de José Vieira dos Reis está preso e à disposição da Justiça.

O primeiro caso aconteceu no início da madrugada de sábado, dia 6, na vila Pista da Ciex, zona rural de Novo Repartimento. Sueli Rosa de Jesus foi morta com golpes de arma branca, por volta de 00h30, e figura como suspeito o namorado José Reis, que foi preso quando buscou atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Sueli foi morta a golpes de faca desferidos pelo namorado, que está preso

Uma fonte ouvida pela Reportagem contou que o casal iniciou uma discussão sobre o relacionamento que terminou na tragédia. Armado com uma faca de cozinha, o homem desferiu vários golpes na mulher, que morreu dentro da casa. Ele também ficou ferido demonstrando que a vítima tentou se defender.

Leia mais:

Na Rua Pacajá, Bairro Aparecida, uma segunda tragédia abalou os moradores de Novo Repartimento. Alessandra Vieira dos Santos dançava com algumas crianças e demonstrava estar feliz. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a brincadeira entre ela e as crianças. Ela cantava e dançava enquanto ensinava as crianças a dançar.

Alessandra foi assassinada a tiros e o caso está sob o mais completo mistério

Por volta de 18h de domingo, 7, um homem chegou ao local com interesse de comprar a casa da vítima e a chamou para uma conversa reservada no interior do imóvel. Minutos depois os moradores ouviram disparos de arma de fogo e o suspeito ainda não identificando saiu do interior da residência, pegou uma moto modelo Pop e fugiu da cena do crime. Alessandra foi encontrada com ferimentos provocados pelos disparos de arma de fogo na cabeça. Ela morreu no local.

Equipes da Delegacia de Polícia Civil e Polícia Militar estiveram no endereço da tragédia. Um inquérito policial foi aberto para investigar o crime, que inicialmente é tratado como assassinato, no entanto, a investigação não descarta outra motivação e tenta identificar o autor da morte. No primeiro caso, também existe um inquérito para esclarecer o crime. (Antônio Barroso/freelancer)

Comentários

Mais

Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

A funcionária de uma padaria no município de Palmares Paulista, no estado de São Paulo, teve o braço quebrado após solicitar…
Corpo de jovem de 17 anos é achado em balneário

Corpo de jovem de 17 anos é achado em balneário

Militares do Corpo de Bombeiros de Marabá localizaram no início da tarde desta terça-feira (15) o corpo do jovem Bruno…
Mulheres, parentes de presos, fazem manifestação em frente ao Fórum

Mulheres, parentes de presos, fazem manifestação em frente ao Fórum

Cerca de 30 mulheres, mães e companheiras de detentos presos em unidades prisionais de Marabá, se reuniram na manhã desta…
Estelionatário espera Dia dos Namorados passar para enrolar a namorada

Estelionatário espera Dia dos Namorados passar para enrolar a namorada

“O golpe tá aí, cai quem quer”. Wescley Fernando Rodrigues de Abreu foi preso no Bairro Nova Marabá, em Marabá…
PRF interrompe passeio de Alexia e a manda para a prisão

PRF interrompe passeio de Alexia e a manda para a prisão

A Polícia Rodoviária Federal prendeu Alexia Pereira da Silva, de 20 anos, nesta segunda-feira (14), em abordagem realizada num ônibus…
Com extensa ficha criminal, Gugu é preso em Parauapebas

Com extensa ficha criminal, Gugu é preso em Parauapebas

Foram cumpridos nesta segunda-feira (14), em Parauapebas, três mandados de prisão, dois preventivos criminais e um civil, contra Jamilson Lopes…