Correio de Carajás

Após reportagem sobre exploração de menores, MP pede criação de CRAS na Vila União

Em agosto de 2019, o Portal Correio denunciou, em reportagem, a realidade da zona rural afetada pelas atividades da Buritirama / Foto: Arquivo Correio
Em agosto de 2019, o Portal Correio denunciou, em reportagem, a realidade da zona rural afetada pelas atividades da Buritirama / Foto: Arquivo Correio
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Após mais de um ano que o Portal Correio denunciou a prostituição infantil incentivada pelo tráfego de caminhoneiros que transportam manganês para a Mineradora Buritirama, nas vilas União, Três Poderes, e Santa Fé, o Ministério Público do Pará (MPPA) tomam novas providências para proteger as crianças e adolescentes que acabam entrando nesse meio obscuro. Uma reunião foi agendada para o próximo dia 25 de novembro visando debater a criação de um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) na localidade afetada.

Um primeiro encontro foi realizado na última terça-feira, 10 de novembro, com Kellen Noceti Servilha Almeida e Lady Anne de Souza, respectivamente presidente e vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos Humanos da Mulher (Condim), para discutir a realidade nas vilas.

Vila União é a mais afetada pelas atividades da mineradora / Foto: Drone Correio

“A região de exploração da mineradora Buritirama é uma região que reclama muitos cuidados principalmente para defesa da criança e do adolescente, notadamente pelas notícias de abuso infantil”, disse Lady Anne, conforme ata da reunião.

Leia mais:

O promotor de justiça, Samuel Furtado Sobral, foi quem presidiu a reunião e informou que já existe um procedimento administrativo acerca desse tema que tramita na 9ª Promotoria de Justiça de Infância e Juventude.

Ele reforçou ainda a importância de chamar a mineradora para ser parceira na manutenção desse CRAS, “uma vez que a atividade da empresa causa grande impacto na região e considerando, ainda, que o grande uso de recursos do CRAS é a manutenção da folha de pessoal”, disse o promotor, de acordo com a ata.

Com essa reunião, ficou decidido que um novo encontro seria agendado com a presença do prefeito Tião Miranda, da promotora Jane Cleide Silva Souza, da secretária municipal de Assistência Social, Nadjalúcia Oliveira, de um representante da Buritirama, do Condim e da Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres.

O promotor solicitou ainda que o Condim prepare um estudo acerca do custo mensal da manutenção das equipes que trabalhariam no CRAS, para ser apresentado nesta reunião, inicialmente agendada para a segunda-feira (16). Devido às Eleições 2020, no entanto, foi reagendada para a próxima quarta-feira (25). (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Efeito Olimpíadas? Busca por skate cresce mais de 600% no e-commerce

Efeito Olimpíadas? Busca por skate cresce mais de 600% no e-commerce

Os Jogos Olímpicos de Tóquio estão mexendo com as emoções dos brasileiros – e com o bolso. Quem diz isso são os…
Frase de Cármen Lúcia de 2018 é tirada de contexto para afirmar que Lula não poderá se candidatar em 2022

Frase de Cármen Lúcia de 2018 é tirada de contexto para afirmar que Lula não poderá se candidatar em 2022

Enganoso Montagem engana ao trazer parte de uma frase dita pela ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia, em…
Site engana ao afirmar que Anvisa ‘confessa ineficácia de máscaras’ contra a covid

Site engana ao afirmar que Anvisa ‘confessa ineficácia de máscaras’ contra a covid

Enganoso É enganosa a publicação em um site conservador brasileiro afirmando que “Anvisa confessa ineficácia de máscaras e diz se…
É enganoso o tuíte que acusa Bolsonaro de acabar com o Bolsa Atleta

É enganoso o tuíte que acusa Bolsonaro de acabar com o Bolsa Atleta

Enganoso É enganosa postagem que aponta para o fim do programa Bolsa Atleta no governo Bolsonaro em 2020. No ano…
Legislação contra violência doméstica fica mais dura para agressores

Legislação contra violência doméstica fica mais dura para agressores

O Diário Oficial da União traz hoje (29) a Lei 14.188/2021, que prevê que agressores sejam afastados imediatamente do lar ou do local de convivência com a mulher em casos de risco…
Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Casos raros de síndrome de Guillain-Barré (SGB) após a vacinação contra covid-19 têm sido relatados em diversos países, inclusive no…