Correio de Carajás

MP cobra reativação de Conselho de Segurança em Marabá

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nesta sexta (5) pela manhã foi realizada reunião, por meio de aplicativo de videoconferência em razão da pandemia de covid-19 e das medidas sanitárias restritivas para reuniões presenciais, com o objetivo de tratar da reativação do Conselho de Segurança do Município de Marabá, meta principal do Plano de Atuação Conjunto da 3ª, 4ª e 5ª Promotorias de Justiça Criminais de Marabá. 

A reunião on-line foi coordenada pelas promotoras de Justiça Cristine Magella Corrêa Lima e Daniella Maria dos Santos Dias, com a participação do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/Subseção Marabá, Ismael Gaia; do Inspetor Wiliscley Pinto de Leão, superintendente adjunto da Guarda Municipal de Marabá; Jair Barata Guimarães, secretário Municipal de Segurança Institucional de Marabá; Thiago Carneiro Rodrigues, superintendente Regional do Sudeste do Pará da Polícia Civil e o Ten Cel QOPM  Dayvid Sarah Lima, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar.

O debate público, amplo e democrático, sobre a violência urbana e os direitos humanos por meio da participação de representantes da sociedade civil organizada, dos movimentos sociais, das associações dos moradores e dos representantes dos órgãos de segurança pública é uma necessidade desde a promulgação do texto constitucional de 1988, que apresenta novos instrumentos para propiciar a participação popular nas decisões institucionais por meio dos conselhos municipais.

Leia mais:

Os Conselhos de Segurança Pública têm por função nortear as diretrizes para políticas públicas de segurança e devem ter legislação específica, objetivos, funções e procedimentos, e acima de tudo, ter um caráter estável em seu funcionamento.

Na avaliação das promotoras de Justiça Cristine Lima e Daniella Dias a reativação do Conselho de Segurança Pública de Marabá é um imperativo constitucional de grande relevância, para o desafio do enfrentamento da criminalidade e da violência urbana e para a criação de um espaço democrático, que possibilite a gestão compartilhada da segurança pública no município.(MPPA)

Comentários

Mais

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…
Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) liberou, nesta sexta-feira (17), mais 700 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19, produzida no…