Correio de Carajás

Motorista embriagada se envolve em acidente de trânsito

O acidente envolvendo três veículos deixou a via interditada por um bom tempo/oto: Nonato Oliveira/TV Correio
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O acidente que se registrou na manhã de ontem (15), na Folha 17, nas proximidades do ginásio poliesportivo (Folha 16) pode ter sido provocado pela imprudência de uma mulher que dirigia o carro sob efeito de álcool.

Danielle Cristina Ferreira Leite bateu o veículo que conduzia em um caminhão e depois em outro carro que seguia perto dela, segundo informação repassada pelo agente Gilvan, do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU).

A condutora Danielle Cristina não “passou” no teste do bafômetro/ Foto: Josseli Carvalho

De acordo com o agente, era por volta das 7h20 quando os agentes de trânsito de Marabá foram acionados sobre a ocorrência do acidente. No chamado, eles já receberam a informação de que um dos condutores envolvidas apresentava sinais visíveis de embriaguez.

Leia mais:

Ao chegar ao local, constataram que a condutora estava sob efeito de etílico. Ela se recusou a fazer o teste do bafômetro no local do acidente. Diante disso, ela foi conduzida à 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil e, lá, fez o teste, cujo resultado foi 0,59 mg de álcool por litro de ar expelido, quantidade que já configura o crime de trânsito.

Não é muito comum mulheres serem conduzidas para a delegacia por estarem dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. Inclusive o fato chamou a atenção dos agentes. “Geralmente a mulher é mais cautelosa”, comentou o agente Gilvan.

A reportagem do CORREIO não teve acesso a Danielle para ouvir a versão dela sobre o ocorrido. Mas, de acordo com a chamada “Lei Seca”, além das sanções a serem aplicadas pela Polícia Civil, ela deve pagar uma multa de R$ 1,9 mil e ficar proibida de dirigir por um ano.

A resolução do Contran que regulamenta a “Lei Seca” foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff ainda em dezembro de 2012, quando o governo já havia estipulado níveis mais rigorosos para caracterização de crime e infração de motorista alcoolizado. (Chagas Filho e Josseli Carvalho)

Comentários

Mais

Traficante é preso com cocaína entre as nádegas

Traficante é preso com cocaína entre as nádegas

João Paulo Gonçalves dos Santos foi preso por tráfico de drogas, na Estrada VS-10, em trecho atrás de um supermercado,…
Caçadores são presos com carne de veado e por porte ilegal de arma de fogo

Caçadores são presos com carne de veado e por porte ilegal de arma de fogo

Dois homens foram presos por porte ilegal de armas de fogo e munições e crime contra a fauna, em Conceição…
Somadas, penas de crimes associados a Lázaro Barbosa podem passar de 300 anos

Somadas, penas de crimes associados a Lázaro Barbosa podem passar de 300 anos

Desde antes da chacina contra a família Vidal, na madrugada de quarta-feira (9/6), Lázaro Barbosa de Sousa acumulava sete inquéritos…
PF cumpre mandados contra acusados de atacar indígenas

PF cumpre mandados contra acusados de atacar indígenas

Com o objetivo de instruir os inquéritos policiais instaurados para apurar as manifestações violentas e ataques contra os agentes de…
Assaltos em Parauapebas terminam em morte e prisão

Assaltos em Parauapebas terminam em morte e prisão

Uma abordagem policial de policiais militares a suspeitos de assalto resultou na morte de Jhonata Pereira de Oliveira e na…
Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

A funcionária de uma padaria no município de Palmares Paulista, no estado de São Paulo, teve o braço quebrado após solicitar…