Correio de Carajás

Morre Sadala, um dos pioneiros do Bairro Amapá

Sadala Lima dedicou sua vida a Marabá e teve longevidade

Marabá perdeu na madrugada desta sexta-feira (5), por volta de 00h10, um de seus mais históricos moradores: o comerciante de areia e seixo Sadala Rodrigues Lima, aos 93 anos. As complicações de um recente Acidente Vascular Cerebral (AVC) foram responsáveis pelo falecimento. O veterano era natural de Araguatins (TO), mas veio para Marabá em 1939, aos 8 anos de idade e aqui construiu sua longeva história. Foi um dos primeiros moradores do Bairro Amapá, à margem do Rio Itacaiúnas, com o qual tinha grande relação.

A primeira atividade foi como transportador de castanha do Pará em suas balsas e, mais tarde na extração de material básico de construção.

Sua companheira de jornada foi a esposa Ana Alice (Dedé). Era pai de: Liliane, Rosilene (Rosinha), Willian, Sadala Júnior, Silvane, Silvio, Kalorman e, por estes, tem como descendentes 17 netos e 27 bisnetos. Sadala era de raiz Síria, o que explica o seu nome diferente.

Leia mais:

Segundo a neta Maiara Cadja, o avô foi sepultado hoje mesmo, por volta das 16 horas, no Cemitério Jardim da Saudade, no Bairro Aeroporto. (Da Redação)

Comentários