Correio de Carajás

Ministério da Saúde lança plataforma com prontuário médico eletrônico

Foto: Marcello Casal Jr

SUS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Histórico do paciente ficará registrado e disponível eletronicamente

O Ministério da Saúde lançou nesta quinta-feira (1º) o sistema Conecte-SUS Profissional, um prontuário eletrônico onde ficam reunidas todas as informações do médico e do paciente. São dados sobre internações, carteira de vacinação digital, medicamentos do paciente, alergias, entre outros.

Com a tecnologia, médicos de todo o país passarão a ter acesso ao histórico clínico com dados registrados nas redes pública e privada, nos vários níveis de atenção à saúde. Segundo o ministério, programa está apto a ser acessado em cerca de 15 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) em todo o Brasil.

“É importante que as pessoas entendam o potencial do Conecte SUS. Pela primeira vez o paciente vai ter acesso ao seu prontuário eletrônico. E todos os profissionais de saúde estarão conectados na rede SUS, e não só com os dados dos estabelecimentos públicos, mas de toda rede de saúde”, explicou o diretor do DataSUS, Jacson Barros.

Leia mais:

Quando o profissional atualiza as informações no prontuário, o paciente recebe uma notificação no aplicativo Conecte-SUS Cidadão. As informações podem ser acessadas por meio do celular, computador ou tablet, utilizando o CPF.

O lançamento foi na cidade de Marechal Deodoro, em Alagoas, na Unidade Básica de Saúde da Poeira, no Loteamento São José. Durante o evento, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, destacou a necessidade de novas tecnologias para que toda a população tenha acesso à saúde, inclusive em áreas remotas.

“Nós temos 9% da população vivendo em áreas remotas, e como vamos chegar lá? Nós vamos chegar através da tecnologia, de informação e de comunicação, levando a aproximação da média e da alta complexidade com as unidades básicas de saúde”, disse o ministro.

A pasta considera o Conecte-SUS um marco na troca de informações e orientações para profissionais e gestores, que passarão a contar com informações que auxiliarão na tomada de decisões e na continuidade do cuidado com os pacientes. Assim, uma pessoa que começou o seu atendimento médico em Alagoas, por exemplo, ao seguir para São Paulo, terá todas as informações de seu prontuário eletrônico, bem como os medicamentos que o paciente usa.

O programa Conecte-SUS teve início em 2019, com o projeto-piloto em Alagoas. Em agosto de 2020, foi lançado o aplicativo voltado para o cidadão, que permite ao usuário a visualização do seu histórico clínico, atendimentos realizados, internações, medicamentos, entre outras funcionalidades. No caso da carteira e do certificado de imunização para a covid-19, estes podem ser impressos ou salvos em PDF, caso necessite apresentar em algum momento.

Covid-19

Queiroga aproveitou o lançamento do sistema para falar sobre o enfrentamento à pandemia de covid-19 e reforçou que, até setembro, serão distribuídas mais de 160 milhões de doses de vacina, permitindo que todos os adultos tenham recebido a primeira dose até setembro.

(Agência Brasil)

Comentários

Mais

Fragmento de arroz não é ‘resto’ e é vendido desde antes do governo Bolsonaro

Fragmento de arroz não é ‘resto’ e é vendido desde antes do governo Bolsonaro

INVESTIGADO POR:    VERIFICADO POR:     Enganoso Os fragmentos de arroz são um subproduto apto para o consumo humano.…
Site omite que pesquisa com vantagem para Bolsonaro foi feita apenas em SC

Site omite que pesquisa com vantagem para Bolsonaro foi feita apenas em SC

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR: Enganoso Título de artigo compartilhado em grupos bolsonaristas no Facebook omite que uma pesquisa eleitoral que…
É falso que áudio mostre Luana Piovani defendendo Jair Bolsonaro

É falso que áudio mostre Luana Piovani defendendo Jair Bolsonaro

INVESTIGADO POR: VERIFICADO POR: São falsos posts virais no Facebook e no TikTok com áudio em que supostamente a atriz…
Estudo francês em hamsters não prova eficácia da ivermectina contra a covid-19 em humanos

Estudo francês em hamsters não prova eficácia da ivermectina contra a covid-19 em humanos

Enganoso É enganosa a publicação no site Terça Livre que afirma que um estudo francês apontou a eficácia da ivermectina…
A recusa de vacinação contra a covid-19 pode gerar demissão por justa causa

A recusa de vacinação contra a covid-19 pode gerar demissão por justa causa

Esta semana um assunto polêmico ganhou o noticiário nacional: uma pessoa foi demitida por justa causa por se recusar a…
Em dois meses, CCZ realiza mais de 300 testes de detecção

Em dois meses, CCZ realiza mais de 300 testes de detecção

Do final de maio até o mês de julho, 314 animais foram testados contra a leishmaniose. O médico veterinário Flávio…