Correio de Carajás

Master Adrenma: Semifinais eletrizantes “tremem” o no Piçarrão

Semifinais eletrizantes “tremem” o no Piçarrão
Time do 4º Bravo quer surpreender a Seleção da Adrenma no próximo sábado/ Foto: Márcio Aquino
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O estádio Mestre Barata, o Piçarrão, recebeu as duas semifinais da Copa Master Adrenma na terça-feira (17). Seleção da Adrenma e 4º Bravo são os finalistas, mas só foram escolhidos após as penalidades máximas.

A primeira partida foi entre a Seleção da Adrenma e São Félix. Esse jogo deixa uma lição que todos já conhecem: futebol se vence dentro de campo. Antes mesmo de a partida começar, era fácil ver nas arquibancadas comentários dizendo que a Adrenma pegou uma mamata, pois o São Félix tinha sofrido nada menos que 9 a 1 da própria Adrenma no primeiro turno. Porém, cada jogo é uma história. O São Félix endureceu e tinha pelo menos dois jogadores adversários. O São Félix amarrou o jogo, atuou forte, correu muito e poderia até mesmo ter vencido, pois teve uma grande chance de gol. Após um contra-ataque rápido, o time conseguiu um ótimo lançamento, o atacante do São Félix driblou o goleiro, mas antes de finalizar para o gol foi derrubado, o que ocasionou a expulsão de Samuel, único goleiro da Adrenma.

Com um jogador a mais, o São Félix parece que estava satisfeito com o empate, talvez confiante que nos pênaltis sairia a vitória, já que um dos melhores jogadores da Adrenma, o atacante Caça Rato, teve que ir para o gol. A partida acabou em zero a zero.

Leia mais:

No entanto, a estratégia do São Félix não deu certo. Caça Rato não só foi para o gol, como defendeu um pênalti, que ajudou a equipe a chegar à grande final. De quebra, Caça Rato ganhou cem reais de um torcedor que apostou que ele não defenderia nenhuma cobrança.

O segundo confronto também foi decidido nos pênaltis. 4º Bravo e MEC fizeram um jogo mais equilibrado. As duas equipes tinham níveis técnicos parecidos. O equilíbrio foi tanto, que o empate parecia inevitável. O resultado foi de 2 a 2. Pelo 4º Bravo, Ronaldino e José Wilson marcaram os gols, enquanto Neto Pezão bateu duas faltas, que contou com o desvio da zaga e foi morrer nos fundos das redes.

Nas penalidades, o 4º Bravo foi mais eficiente e se credenciou à decisão. A final está marcada para sábado (21), às 17h30, no Piçarrão. (Márcio Aquino)

Comentários

Mais

Marabá decidirá vaga à final neste domingo

Marabá decidirá vaga à final neste domingo

Neste domingo (26), às 17h, no Estádio Zinho Oliveira, a Seleção de Marabá decide vaga na final da Copa Carajás…
Educação física se reinventa sem bola na volta às aulas

Educação física se reinventa sem bola na volta às aulas

Grande parte das atividades mais praticadas nas aulas de educação física antes da pandemia envolvia a bola, que sempre rolou…
Com jogadores do futebol inglês, Tite convoca seleção brasileira

Com jogadores do futebol inglês, Tite convoca seleção brasileira

O técnico Tite convocou, nesta sexta-feira (24), a seleção brasileira para os jogos contra Venezuela, Colômbia e Uruguai, que vão…
CBF divulga tabela detalhada das semifinais da Copa do Brasil

CBF divulga tabela detalhada das semifinais da Copa do Brasil

A diretoria de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quinta-feira (23) a tabela detalhada dos confrontos das…
Revitalização do Ginásio Renato Veloso avança

Revitalização do Ginásio Renato Veloso avança

A obra de revitalização do Ginásio de Esportes “Renato Veloso”, localizado na Folha 16, na Nova Marabá, iniciou em agosto…
Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

No jogo entre os Leões Azul e da Ilha, melhor para o representante do Pará. Nesta quinta-feira (16), o Remo…