Correio de Carajás

Marabá terá 2ª edição do“Mulher que Inspira”

Algumas das 25 homenageadas do prêmio deste ano/ Foto: Evangelista Rocha
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Um evento para homenagear as mulheres que contribuem para o desenvolvimento da comunidade marabaense ocorrerá no próximo sábado, dia 9, a partir das 19 horas, no Casarão, localizado na Folha 32, Nova Marabá. Trata-se da 2ª edição do “Mulher que Inspira”.

O evento, que tem apoio da Prefeitura de Marabá, Câmara de Vereadores e Instituto da Juventude, tem o objetivo de homenagear mulheres que contribuem para o desenvolvimento do município de Marabá, as que se destacam por ser mãe, dona de casa, empresária e por desempenharem outras atividades.

Na cerimônia, 25 mulheres, entre empresárias, professoras e empreendedoras serão homenageadas com um troféu destaque, ao som da cantora paraense Liah Soares, que também será uma das que receberá a estatueta durante o evento. A idealização é da vereadora Priscila Veloso e organização de Socorro Valadares.

Leia mais:

“O critério para a escolha dessas mulheres foi a contribuição social durante o ano. São pessoas que a gente vê que possuem uma história inspiradora e bonita de se contar para todos, histórias que são exemplos para a gente”, explicou a vereadora Priscila Veloso.

Para ela, a atual situação da mulher na pós-modernidade é gratificante, mas também tem um peso devido à realização de múltiplas funções no mercado de trabalho e no lar.

Segundo Priscila, além do objetivo, a ideia do evento é valorizar e mostrar o que cada mulher tem contribuído para Marabá. São esperadas 300 pessoas para a comemoração. No local, haverá um telão, que mostrará a história de cada homenageada antes de receberem a estatueta.

“O peso se torna muito maior para mulher, porque a sociedade ainda é machista e tem um olhar diferente. Acabamos sendo polivalentes, estudamos mais e corremos mais, e ainda ficamos com a responsabilidade de educação dos filhos. Ainda bem que estamos nesse processo de avanço e ocupamos espaços importantes, há também o apoio da família”, expressou Priscila. (Karine Sued)

Mais

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Como parte da programação do Maio Amarelo, mês dedicado à segurança no trânsito, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano…
É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

Falso É falso o tuíte que afirma que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tenha recebido um passaporte diplomático…
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou a vacina contra covid-19 da Pfizer e da parceira…
Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Pelo menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida, segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde…
Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano…
Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…