Correio de Carajás

Marabá: Blitz retém caixas de som e coíbe aglomerações

Fiscalização realizada na noite de Marabá reprimiu aglomerações residenciais / Fotos: Reprodução Semma
Fiscalização realizada na noite de Marabá reprimiu aglomerações residenciais / Fotos: Reprodução Semma
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Diante da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus (Covid-19) e do iminente risco de contágio pela doença, uma fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) realizada no final de semana averiguou 38 denúncias de poluição sonora nos lares, de um total de 93 registros (dado que representa 40% de efetividade) feitos por anônimos no canal disponibilizado pela pasta.

Em informativo remetido pela Semma à Imprensa, o órgão esclareceu que a fiscalização teve como objetivo orientar e punir, quando assim fosse necessário, possíveis infratores da quarentena e da ordem pública. “O número de denúncias aumentou exponencialmente, considerando que os locais públicos estão fechados e […] a população tem se concentrado em suas residências, ora em família, ora aglomerada”, sustenta o texto.

Com limite de 45 decibéis no horário, residência registrava 69,8

Matéria disciplinada pelo artigo 54 da Lei dos Crimes Ambientais (nº 9.605/98), a poluição sonora pode gerar pena de reclusão de um a quatro anos ao transgressor, além de multa. Em uma das residências apontadas como violadoras da lei, inclusive, o nível do barulho alcançava os 69 decibéis, muito além dos 45 permitidos após as 22 horas. Para fazer valer o texto constitucional, a fiscalização da Semma trabalhou com o apoio do Grupamento de Proteção Ambiental e da Polícia Militar.

Leia mais:

Durante a fiscalização, duas caixas de som amplificadas (com alto-falantes) foram apreendidas pelos agentes do Grupamento, da Polícia Militar e da Semma. Além disso, dois autos de infração e oito termos de notificação foram abertos em face dos contraventores, que devem responder na esfera administrativa com a aplicação de multa. Ninguém foi preso. (Da Redação)

Comentários

Mais

Mulher se passa por compradora e furta moto na hora de dar “uma voltinha”

Mulher se passa por compradora e furta moto na hora de dar “uma voltinha”

Um homem, que não quis se identificar, teve sua moto furtada na última segunda-feira (29), por volta das 14h30, na…
Mulher é ameaçada de morte, outra ferida com machado e a terceira trancada fora de casa

Mulher é ameaçada de morte, outra ferida com machado e a terceira trancada fora de casa

A semana mal começou e em Marabá já foram registrados três casos de violência doméstica em dois dias, o primeiro…
Quinze presos são transferidos do Pará para unidades de segurança máxima de outros estados

Quinze presos são transferidos do Pará para unidades de segurança máxima de outros estados

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) transferiu nesta terça-feira (30) para unidades de segurança máxima do Sistema Penitenciário…
Polícia encontra carro que atropelou Mayquinho e motorista se apresenta minutos depois na Delegacia

Polícia encontra carro que atropelou Mayquinho e motorista se apresenta minutos depois na Delegacia

Alisson Henrique Ferreira Braz se entregou à polícia no início da noite desta terça-feira (30) após seu carro, um Chevrolet…
Viatura da PM que escoltava prova do Enem para Marabá tomba na BR-155

Viatura da PM que escoltava prova do Enem para Marabá tomba na BR-155

Três policiais militares viveram momentos de pânico após a viatura em que eles estavam colidir com um caminhão e capotar…
Envolvido em crimes que geraram quase R$ 7 milhões em prejuízos é preso em Parauapebas

Envolvido em crimes que geraram quase R$ 7 milhões em prejuízos é preso em Parauapebas

Um homem de 33 anos foi preso em Parauapebas, na última sexta-feira (26), em uma ação integrada entre policiais do…