Correio de Carajás

Mais de 80 frentes de trabalho executam obras em rodovias paraenses

Mais de 80 frentes de trabalho executam obras em rodovias paraenses
Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Todas as sete rodovias paraenses citadas na 23ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e pelo Sest Senat, na última terça-feira (22), estão em obras de reconstrução, conservação, manutenção ou fazem parte do projeto que prevê a concessão de cerca de 600 quilômetros de vias para a iniciativa privada. Os serviços são realizados pela Secretaria de Estado de Transportes (Setran).

Segundo o titular da Setran, Pádua Andrade, o diagnóstico sobre o estado de conservação das rodovias foi feito no início do governo, em janeiro deste ano, e detectou problemas que vão além das PAs-150, 151, 252, 287, 447, 475 e 483 (Alça Viária), vias citadas na pesquisa. Pádua afirma que quase 53% das rodovias paraenses não estão pavimentadas e, daquelas com pavimento, 20% estão em estado de conservação ruim/péssimo.

“A partir do diagnóstico, foi elaborado um planejamento estratégico para melhorar a qualidade das rodovias estaduais, que prioriza os corredores de escoamento da produção, áreas com grande quantidade populacional. Nosso objetivo é tentar minimizar os efeitos negativos de quase 20 anos de déficit de investimento na malha estradal”, explicou Pádua Andrade.

Leia mais:

Atualmente, a Setran atua em 82 frentes de trabalho em todas as rodovias PAs, o dobro de equipes existentes no ano passado, em um esforço do governo do Estado para melhorar as condições de trafegabilidade das rodovias paraenses.

Novo cenário

A PA-252 está sendo pavimentada, com previsão de entrega nos próximos meses. Estão sendo reconstruídos 76 quilômetros de extensão da rodovia nos trechos da Perna Sul à Vila de Castanhandeua, no Acará; e entre a Vila de Castanhandeua e a PA-475, já no município de Moju. A PA-252, que é uma via alternativa para quem acessa as regiões sul e sudeste no Pará, tem sido bastante demandada desde abril deste ano, quando umas das pontes da Alça Viária (rio Moju) foi derrubada por uma embarcação clandestina.

A PA-150 começou a ser reconstruída na última segunda-feira (15). Os trabalhos desta contratação serão estendidos por 164 km, dos 332 km que compõem a via. Os demais 166 do trecho de Moju a Goianésia do Pará, que estão em melhor estado, recebem serviços de conservação. Na obra, de mais de R$ 75 milhões, serão executadas limpeza das pistas e acostamentos, restauração, reconstrução, conservação e manutenção do pavimento, além de tratamento do sistema de drenagem. A rodovia receberá ainda nova sinalização.

A Setran instalou também na PA-150 a primeira balança de pesagem dinâmica por eixos. O equipamento foi implantado no quilômetro 122. Fixado no lado esquerdo da rodovia, sentido Tailândia-Moju, o sistema móvel de pesagem tem capacidade para funcionar 24 horas por dia, sete dias da semana.

O funcionamento da balança será monitorado pela Secretaria de Transportes, em parceria com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefa). O sistema está apto a efetuar a pesagem dinâmica de todos os veículos de carga em velocidade mínima de 6 km/h, com a capacidade de até 150 veículos por hora.

Na PA-287, seis pontes estão sendo construídas. A via passou por manutenção em julho deste ano, quando recebeu operação tapa-buraco e reposição de sinalização horizontal de um trecho de 100 km. A rodovia dá acesso a Redenção, Conceição do Araguaia e as outras cidades do sul do Pará.

Na PA-151, já foram iniciados os serviços de conservação na última sexta-feira (18), e também está sendo construída uma ponte sobre o rio Meruu, uma antiga reivindicação da população do Baixo Tocantins.

A PA-483 (Alça Viária) passa por manutenções periódicas, incluindo três de suas quatro pontes (Guamá, Acará e Moju). A Rio Moju está com seu vão central sendo reconstruído desde abril deste ano.

Além das obras de conservação, as PA-150 e 483, inclusive o complexo de quatro pontes, fazem parte do projeto de concessão para a iniciativa privada, cujo estudo está sendo realizado para beneficiar cerca de 600 quilômetros de rodovias, entre elas, também a PA-475. (Agência Pará)

Mais

Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com outras instituições de pesquisa constatou uma transmissão mais frequente…
Operação fiscaliza bares e restaurantes em Marabá

Operação fiscaliza bares e restaurantes em Marabá

As forças de segurança seguem fiscalizando o cumprimento do Decreto Municipal nº 184/2021, que permite a reabertura de bares no…
Nascidos em setembro recebem até esta segunda (10) Renda Pará R$ 500

Nascidos em setembro recebem até esta segunda (10) Renda Pará R$ 500

O Renda Pará R$ 500 paga, até esta segunda-feira (10), o auxílio aos beneficiários que nasceram no mês de setembro,…
Crescem apelos na Índia por lockdown nacional

Crescem apelos na Índia por lockdown nacional

As infecções e mortes por covid-19 na Índia ficaram próximas das altas diárias recordes nesta segunda-feira (10), aumentando os apelos para…
Parauapebas: Aniversariante de cofres cheios e muita gente à míngua

Parauapebas: Aniversariante de cofres cheios e muita gente à míngua

A diarista Maria Diná da Silva, de 58 anos, costuma sair do Bairro Nova Vitória e caminhar até 10 quilômetros…
Trabalhadores nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em julho podem sacar, a partir…