Correio de Carajás

Fantasma da Série C

Na Resenha

Na Resenha

Chagas Filho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mal das pernas, o Cruzeiro se viu em apuros diante do Remo em Belém, ao perder por 1×0, e os jogadores ainda tiveram seu psicológico abalado, quando, aos 32 minutos da segunda etapa, a partida foi paralisada por alguns segundos após um drone sobrevoar o Estádio Banpará Baenão. Nele, uma bandeira com o escudo do Cruzeiro e um fantasma desenhado com a letra “C”, fazendo alusão ao Campeonato Brasileiro da Série C. Hoje, o Cruzeiro é o primeiro time na zona de rebaixamento com apenas 11 pontos em 13 jogos.

Quebra-quebra

Perder é ruim, principalmente quando quem perde entende que foi injustiçado. Mas, poxa vida! O que jogadores e comissão técnica do Boca Jr. fizeram no Mineirão, após a eliminação da Libertadores para o Atlético (MG), foi uma vergonha sem tamanho: destruíram patrimônio do estádio, agrediram seguranças. Nota zero.

Leia mais:

Uma vergonha

A confusão foi tanta que teve membros da comissão do Boca levados para a delegacia. Em nota oficial, o Atlético exige uma punição severa aos integrantes do Boca Juniors envolvidos na confusão. O clube mineiro faz um relato da cronologia dos fatos, garante que o Mineirão é palco seguro, diz ter dado total apoio ao time argentino, inclusive intercedendo perante as autoridades policiais brasileiras, e faz uma revelação: o presidente Sérgio Coelho repassou, do próprio bolso, R$ 6 mil, em espécie, para que fossem pagas as fianças para a liberação dos seis membros do Boca identificados pela Polícia.

Vão treinar!

O comportamento dos argentinos foi tão reprovável quanto a forma com que seus jogadores cobraram os pênaltis, acertando apenas uma cobrança de quatro batidas. Vai pra lá!

Flamengo X CBF

O Flamengo não quer deixar barato o longo período em que ficou sem seus principais jogadores no Brasileirão. Após ter o recurso negado para a paralisação do Brasileirão durante a disputa continental no STJD, o clube manteve o comportamento contrário ao calendário nacional e entrou com recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça, contra a realização de partidas do Brasileirão e da Copa do Brasil durante as datas Fifa. A informação é do Globe Esporte.

Saideira

Vem aí mais um capítulo dessa novela entre Flamengo e CBF. Façam suas apostas.

 

Comentários
Seleção de Marabá

Seleção de Marabá

“Nosso intuito é ser campeão aonde a gente disputar”. Essas palavras foram ditas pelo presidente da Liga Esportiva de Marabá…
Marabazão terá premiação recorde

Marabazão terá premiação recorde

A bola ainda não está rolando para o Campeonato Marabaense de Futebol, que deve começar em setembro. Mas a Secretaria…
Seleção se apresenta

Seleção se apresenta

Conforme anunciado pelo seu técnico, Marquinhos Marabá, a Seleção de Marabá se apresentou na noite desta segunda-feira (26), no Estádio…
Jogos olímpicos pandêmicos

Jogos olímpicos pandêmicos

Com um público de cerca de mil pessoas (apenas autoridades, profissionais ligados ao evento e os próprios atletas), a abertura…
Fantasma da Série C

Fantasma da Série C

Mal das pernas, o Cruzeiro se viu em apuros diante do Remo em Belém, ao perder por 1×0, e os…
LEMAR voltando

LEMAR voltando

Na noite de ontem (19), a Liga Esportiva de Marabá (LEMAR) realizou dois eventos: a posse da Comissão Disciplinar de…