Correio de Carajás

Estado realiza última vistoria para içar destroços da ponte Rio Moju

Foto: Marcelo Seabra
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma equipe da Secretaria de Estado de Transportes (Setran) realizou, na tarde desta quinta-feira (25), uma vistoria na área onde será construída a nova ponte Rio Moju. Foram feitas as últimas amarrações dos destroços da estrutura, que desabou no dia 6 de abril, após ser atingida por uma embarcação, para início do içamento nesta sexta-feira (26). A previsão é que, na próxima segunda (29), comecem a chegar as estruturas que formam o novo pilar de sustentação da ponte.

A visita foi feita pelo titular da Setran, Pádua Andrade, que esteve acompanhado do especialista em pontes e análise experimental de estruturas, Pedro Almeida, que faz o acompanhamento técnico de toda a obra. “O momento é de finalização de todo o procedimento, realização dos últimos diagnósticos. Estamos com estudos dos horários de maré para fazer tudo da forma mais segura”, disse Pádua.

Na operação, serão utilizados duas balsas com rebocadores e guindaste, e uma balsa adaptada com estrutura de içamento hidráulico. Os destroços serão movidos para outra área do Rio Moju, para que seja liberado o canal e as obras de construção da ponte sejam iniciadas.

Leia mais:

Cerca de 50 trabalhadores da empresa contratada para realizar o serviço, a Maar Alternativas Marítimas, incluindo mergulhadores, estavam no local com os equipamentos para as últimas aferições. “Nossas equipes estão trabalhando dia e noite, à disposição para finalizar o trabalho. Aí, então, faremos o deslocamento das estruturas submersas para liberar a navegação na área”, informou o engenheiro responsável pelo serviço de içamento, Alfredo Cabral.

A empresa responsável pela reconstrução da ponte, A.Gaspar/AS, também está mobilizada para as obras. Neste momento, estão sendo reunidos os materiais e equipamentos necessários para a cravação das estacas do pilar central, que irá substituir os três pilares destruídos com a queda da ponte. Esse trabalho está previsto para iniciar na próxima segunda-feira (29).

Ponte – Inicialmente, será realizada a amarração e o afastamento do módulo da estrutura destruída, que estão sobre a balsa causadora do desmoronamento. No segundo momento, a embarcação naufragada será movimentada, liberando a área para serem colocadas as estacas metálicas do bloco de sustentação do pilar central da nova ponte. Serão construídos dois vãos de 124 metros para a navegação, incluindo dolfins de proteção para impedir o choque direto de embarcações na nova estrutura.

A ponte sobre o Rio Moju é a terceira de quatro do complexo da Alça Viária no Pará. Tem início na rodovia BR-316, na altura do município de Marituba, termina no município de Barcarena, e permite o acesso às rodovias PA-475/PA-150, rumo ao sudeste do Pará. Inaugurada em 2002, a Alça Viária pertence à rodovia PA-483, com cerca de 74 km de pontes e estradas (cerca de 70 km de rodovias e 4,5 km de pontes) construídas para integrar a Região Metropolitana de Belém ao interior do estado. (Agência Pará)

Mais

Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira (6) em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia…
Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Em depoimento nesta quinta-feira (6) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado, o ministro da Saúde, Marcelo…
Teich diz que deixou cargo por falta de autonomia e por não aceitar cloroquina

Teich diz que deixou cargo por falta de autonomia e por não aceitar cloroquina

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich disse nesta quarta-feira (5) em depoimento à CPI da Pandemia que deixou o governo…
Bolsonaro defende liberdade e cogita decreto de livre circulação

Bolsonaro defende liberdade e cogita decreto de livre circulação

Em discurso hoje (5) em cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre as manifestações ocorridas no 1º de…
Orçamento atende metade das necessidades da Defesa, diz ministro

Orçamento atende metade das necessidades da Defesa, diz ministro

Os recursos financeiros destinados à Defesa após o bloqueio de dotações orçamentárias para este ano são suficientes para custear apenas metade das…
Helder se reúne com embaixador Russo em estratégia pela Sputnik V

Helder se reúne com embaixador Russo em estratégia pela Sputnik V

A fim de ampliar as ações estratégicas para combater e prevenir o avanço da Covid-19 no Pará, o governador Helder…