Professor doutor José Amilton e o estudante Igor Silva
Ads

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) realiza nesta quinta-feira, dia 15, a Mostra “História Oral e Narrativas Amazônicas”. Os minidocumentários retratam histórias de trabalhadores e personagens do campo na região sudeste do Pará, apresentando aos telespectadores diferentes olhares sobre realidades brasileiras. O evento gratuito ocorrerá no Campus III, localizado no Cidade Jardim, partir das 19 horas.

Ads

O projeto nasceu do convênio da Unifesspa com a Fundação Sociedade, Comunicação, Cultura e Trabalho (TVT), além das ações de composição de professores e alunos bolsistas. Ele é resultado de uma Emenda Parlamentar, assinada pelo senador Paulo Rocha (PT) no final de 2017, que assegurou o orçamento da União para o exercício de 2018.

No primeiro episódio da série, será abordada a Agricultura Familiar e as formas como os pequenos produtores tiram do campo sua fonte de sustento. Os outros episódios abordarão os seguintes temas: “Cooperativa de Castanha – Coopindi Memkwatuwa”; “Educação no assentamento 26 de março” e “Memórias das Lavadeiras do Itacaiúnas”.

Segundo o coordenador do projeto, o professor doutor José Amilton, a expectativa é promover ações de divulgação dos vídeos, com exibições em escolas públicas e em eventos abertos à comunidade. “Nesse momento, é extremamente importante reafirmar as culturas, os saberes e fazeres da Amazônia no Sudeste do Pará”, destacou o professor. Ainda de acordo com ele, os vídeos possuem de 7 a 8 minutos de duração.

Quem não puder acompanhar a exibição da Mostra, poderá acessar o canal no Youtube da Unifesspa ou da TVT e conferir os curtas exibidos.

Igor Silva é aluno de Ciências Sociais da Unifesspa e fez parte da equipe que acompanhou a gravação dos documentários. De acordo com ele, o projeto é a oportunidade de mostrar uma outra perspectiva da região para o Brasil e o mundo. “As pessoas têm uma ideia de que é uma região marcado pelo massacre, violência, um olhar muito marginalizado. Então quando esse projeto é feito e mostra a cultura indígena, das mulheres, mostramos o que nós temos em grande potencial”, replicou o estudante ao CORREIO.

O PROJETO

O projeto “História Oral e Narrativas Amazônicas” teve início em fevereiro de 2018, surgindo do interesse do professor José Amilton de montar uma ação que conseguisse contar experiências e vivências de personagens do Sudeste do Pará.

Com a proposta formatada, a etapa seguinte foi viabilizar a produção e difusão dos audiovisuais. Após articulações, os recursos para a execução do projeto foram obtidos por meio da emenda parlamentar do senador Paulo Rocha.

Com isso, foi firmando convênio entre a Unifesspa e a TVT, encarregada pela parte técnica da produção audiovisual. Professores e pesquisadores do curso de História (Fahist) e alunos bolsistas da Unifesspa foram responsáveis por mapear os temas, fazer os recortes e fornecer as pesquisas necessárias para suporte e produção dos documentários. 

Em mais uma ação de divulgação do projeto, os vídeos produzidos serão inscritos na mostra competitiva do Festival de Cinema de Alter do Chão, que ocorre de 21 a 27 de outubro. Eles vão concorrer na categoria de filmes curtas-metragens, ficção ou documentário, que abordam temas relacionados ao meio-ambiente, culturas e aos povos da Amazônia.

(Karine Sued)

Ads