Correio de Carajás

Darci tem quatro vetos rejeitados pela Câmara de Vereadores

PARAUAPEBAS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Casa de Leis contrariou o Poder Executivo quatro vezes na Sessão Plenária desta semana

A Sessão Plenária da Câmara dos Vereadores de Parauapebas desta terça-feira (31) foi marcada por derrotas para o prefeito Darci Lermen (MDB): quatro vetos assinados pelo líder do Executivo em projetos de lei foram rejeitados pelos parlamentares.

Os vetos 4/2021, 5/2021, 6/2021 e 7/2021 são referentes aos projetos de lei 023/2021, 038/2021, 062/2021 e 053/2021 e, respectivamente, tiveram as rejeições justificadas pelos membros das Comissões de Constituição, Justiça e Redação e de Saúde e Assistência e de Educação e Cultura.

O Poder Executivo justificou os vetos afirmando que “são de iniciativa privativa do Prefeito as leis que disponham sobre criação, estruturação e atribuições dos órgãos da administração pública municipal”, além de alegar questões orçamentárias que não foram contempladas nos projetos de lei, tornando-os inconstitucionais.

Leia mais:

Sobre o projeto de lei 023/2021, que dispõe de políticas públicas de auxílio à mulher, especialmente aquelas vítimas de violência doméstica, o vereador Léo Márcio (PROS), representante da Comissão de Saúde e Assistência, intercedeu em favor da rejeição alegando que “essa casa [Câmara dos Vereadores] tem o poder de fazer com que as mulheres desse município, especialmente as mais pobres, possam ser atendidas com o essencial para elas”.

O projeto de lei 038/2021 propõe sistema de transparência e rastreamento para as doses de vacina contra o coronavírus recebidas pelo município para melhor controle dos imunizantes e das doses aplicadas. O vereador Rafael Ribeiro (MDB), autor do projeto, defendeu a rejeição ao veto, argumentando que não haverá nova atribuição de servidores e que a transparência na gestão dos imunizantes é necessária, mesmo que a vacinação em Parauapebas já esteja em estágio avançado.

Já o projeto 062/2021 dispõe sobre publicação da manifestação de providências, acerca das proposições de interesse público apresentadas em sessão ordinária da Câmara, por parte do Poder Executivo. A vereadora Eliene Soares (MDB) se posicionou contra o veto, pontuando que a publicação poderia ser uma ferramenta que pode aumentar a harmonia entre os Poderes Legislativo e Executivo, dando maior celeridade à análise de indicações repassadas ao gabinete do prefeito.

Vereadora Eliene Soares (MDB) acredita que projeto de lei 038/2021 pode trazer harmonia para Poderes Legislativo e Executivo (Imagem: Reprodução / YouTube)

Por fim, o projeto 053/2021, que asseguraria aos alunos da rede municipal de ensino os exames necessários para o diagnóstico de dislexia, foi defendido amplamente pelos parlamentares, uma vez que lido o parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação pelo vereador Zé do Bode (MDB), foi determinado que o projeto é constitucional, contrariando o veto do prefeito Darci.

Vereador Zé do Bode (MDB) compõe a Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara de Parauapebas (Imagem: Reprodução / YouTube)

A votação não contou com a presença dos vereadores Aurélio Goiano (PSD) e Zacarias Marques (PP), enquanto o único voto favorável a qualquer veto foi de Elias da Construforte (PSB), na votação do nº 04/2021. Com as rejeições, os projetos de leis deverão ser promulgados imediatamente pela Mesa Diretora e passam a vigorar. (Juliano Corrêa)

Comentários

Mais

Publicado decreto que aumenta IOF para custear Auxílio Brasil

Publicado decreto que aumenta IOF para custear Auxílio Brasil

O Diário Oficial da União (DOU) publicou hoje (17) um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro com as novas alíquotas do Imposto sobre Operações…
Ministro aponta erros de estados e diz que limitou vacinação de adolescentes por cautela

Ministro aponta erros de estados e diz que limitou vacinação de adolescentes por cautela

O ministro Marcelo Queiroga disse nesta quinta-feira (16) que a decisão de restringir a vacinação de adolescentes apenas aos grupos prioritários (deficiência…
Ministério estuda aproveitar créditos de cursos profissionalizantes

Ministério estuda aproveitar créditos de cursos profissionalizantes

O Ministério da Educação estuda permitir que estudantes formados em cursos técnico-profissionalizantes aproveitem os créditos acadêmicos caso decidam continuar os…
Ministério mantém previsão de crescimento da economia em 5,3% este ano

Ministério mantém previsão de crescimento da economia em 5,3% este ano

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia manteve a projeção para o crescimento da economia este ano…
Caçula põe irmão mais velho em enrascada

Caçula põe irmão mais velho em enrascada

Um curioso caso de receptação (adquirir mercadoria proveniente de roubo ou furto) foi registrado na Vila Carimã, zona rural de…
Transporte público volta a ser criticado na Câmara de Marabá

Transporte público volta a ser criticado na Câmara de Marabá

Serviço que afeta grande parte da população, o transporte público de Marabá está sempre em pauta nas discussões políticas da…