Correio de Carajás

Coleta de lixo em Marabá vai custar entre R$ 120 e R$ 300

Sessão: Sessão Extraordinária aprova projeto de lei que determina a cobrança no serviço de coleta de lixo/Foto: Divulgação

AGORA É LEI!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com 17 votos favoráveis e um contra, o Projeto de Lei 67/2021 que institui a tarifa pela prestação do serviço público de coleta de resíduos sólidos urbanos foi aprovado nesta terça-feira (13), em Sessão Extraordinária na Câmara Municipal de Marabá.

Dentre os dezoito vereadores presentes na votação, apenas Ilker Moraes (MDB) votou contra a cobrança da taxa.

Vale ressaltar que essa é uma determinação do novo Marco Regulatório do Saneamento Básico, que faz parte da Lei Nº 14,026, sancionada pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) no dia 15 de julho de 2020.

Leia mais:

Caso a aprovação não acontecesse, o prefeito Tião Miranda poderia receber punições legais, configurando como renúncia de receita.

Em Marabá, o valor da tarifa a ser cobrado vai variar entre 0,50 UFM (Unidade Fiscal Municipal) por mês a 4 UFM´s mensais, dependendo do volume de resíduos gerados em domicílios residenciais.

Já para os chamados domicílios não-residenciais, a tarifa varia entre 2,50 UFM´s e 15 UFM´s.

Atualmente, o valor da UFM é de aproximadamente R$ 20 e a taxa do serviço será cobrada em carnê anualmente.

Cobrança

A cobrança da taxa seguirá, quanto à forma e prazo de pagamento e parcelamento, as condições definidas em regulamento para o Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU.

Essa tarifa será lançada isoladamente em relação aos imóveis beneficiados com isenção ou imunidade do IPTU.

Os valores arrecadados deverão ser depositados em contas bancárias em nome do prestador do serviço público.

Isenção

Para a concessão de isenção da tarifa pela disponibilização do serviço público de coleta de lixo, o contribuinte deverá preencher alguns requisitos, como:

– Estar cadastrado do Cadastro Único Para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), atualizado nos últimos 24 meses;

– Possuir renda familiar de até um quarto do salário mínimo nacional vigente no ano anterior ao lançamento;

– Ser proprietário ou possuidor de um único imóvel, de uso próprio e exclusivamente residencial e que sua área construída não exceda a 80 m². (Ana Mangas com informações Ascom/CMM)

Comentários

Mais

Líder da Fetraf estadual perde luta contra o câncer

Líder da Fetraf estadual perde luta contra o câncer

Nesta terça-feira, dia 27, Viviane Pereira de Oliveira, a popular Vivian, perdeu a luta de oito anos contra um tumor…
Moradores da Vila do Rato aprovam ponte interligando ao Bairro Amapá

Moradores da Vila do Rato aprovam ponte interligando ao Bairro Amapá

Após a notícia da possível construção de uma ponte interligando os bairros Amapá e Marabá Pioneira, passando pela Vila Canaã…
Professores de Marabá voltam às escolas dia 9 de agosto

Professores de Marabá voltam às escolas dia 9 de agosto

Pela primeira vez, desde o início da pandemia, em março de 2020, todos os professores da rede municipal de Educação…
Enfermeiros consolam homem com fobia de agulha para vaciná-lo na Paraíba [VÍDEO]

Enfermeiros consolam homem com fobia de agulha para vaciná-lo na Paraíba [VÍDEO]

Brincadeiras à parte, muitos adultos possuem fobia de agulha – uma condição conhecida como ‘Aicmofobia‘. Esse pavor inconsciente por vezes…
Presidente do Flamengo e mais quatro são denunciados pelo MPF por prejuízo a fundos de pensão

Presidente do Flamengo e mais quatro são denunciados pelo MPF por prejuízo a fundos de pensão

O Ministério Público Federal de Brasília denunciou à Justiça o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e outras quatro pessoas pelo…
Butantan entrega mais 1,5 milhão de doses de CoronaVac

Butantan entrega mais 1,5 milhão de doses de CoronaVac

O Instituto Butantan entregou hoje (28) mais 1,5 milhão de doses de CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria…