Correio de Carajás

Casamento comunitário em Parauapebas une 140 casais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Acontece neste sábado (5), a 9ª Edição do Casamento Comunitário promovido pela Prefeitura Municipal de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal da Mulher (Semmu). A solenidade, que vai unir 140 casais, começa às 16 horas no Tatersal da Feira Agropecuária de Parauapebas (FAP), na rodovia Faruk Salmen.

Na tarde da última quinta-feira (3), a Secretaria Municipal da Mulher (Semmu) reuniu os servidores da pasta para tratar de cada detalhe da grande cerimônia, que é um momento especial para cada casal. Segundo a secretária da Mulher, Ângela Pereira, o Casamento Comunitário é um projeto institucional que tem como objetivo a proteção da família e a inclusão social, por meio da regularização do estado civil dos casais em situação de hipossuficiência econômica, conforme previsto no artigo 226 da Constituição Federal e no artigo 1.512 do Código Civil.

O projeto conta com a parceria dos cartórios de registro civil do município. Os 140 casais que vão participar do Casamento Comunitário foram selecionados a partir do cumprimento de pré-requisitos, como residir em Parauapebas, ter renda familiar igual ou inferior a dois salários mínimos, possuir toda a documentação necessária para se submeter à habilitação para casamento e não ter qualquer impedimento legal para o matrimônio. (Tina Santos)

Leia mais:

Acontece neste sábado (5), a 9ª Edição do Casamento Comunitário promovido pela Prefeitura Municipal de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal da Mulher (Semmu). A solenidade, que vai unir 140 casais, começa às 16 horas no Tatersal da Feira Agropecuária de Parauapebas (FAP), na rodovia Faruk Salmen.

Na tarde da última quinta-feira (3), a Secretaria Municipal da Mulher (Semmu) reuniu os servidores da pasta para tratar de cada detalhe da grande cerimônia, que é um momento especial para cada casal. Segundo a secretária da Mulher, Ângela Pereira, o Casamento Comunitário é um projeto institucional que tem como objetivo a proteção da família e a inclusão social, por meio da regularização do estado civil dos casais em situação de hipossuficiência econômica, conforme previsto no artigo 226 da Constituição Federal e no artigo 1.512 do Código Civil.

O projeto conta com a parceria dos cartórios de registro civil do município. Os 140 casais que vão participar do Casamento Comunitário foram selecionados a partir do cumprimento de pré-requisitos, como residir em Parauapebas, ter renda familiar igual ou inferior a dois salários mínimos, possuir toda a documentação necessária para se submeter à habilitação para casamento e não ter qualquer impedimento legal para o matrimônio. (Tina Santos)

Comentários

Mais

INSS orienta sobre saque irregular feito após óbito de beneficiário

INSS orienta sobre saque irregular feito após óbito de beneficiário

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou no Diário Oficial da União de hoje (19) portaria que estabelece fluxo de comunicação com a Polícia…
Para celebrar Dia do Exército, 23ª Brigada presta honras a militares e civis

Para celebrar Dia do Exército, 23ª Brigada presta honras a militares e civis

Hoje, dia 19 de abril, é o Dia do Exército. E para celebrar a data antecipadamente, a 23ª Brigada de…
Escola de Governança abre cursos gratuitos para servidores paraenses

Escola de Governança abre cursos gratuitos para servidores paraenses

A Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA) abriu no sábado (17) as inscrições para os cursos livres…
Mercado financeiro prevê inflação em 4,92% neste ano

Mercado financeiro prevê inflação em 4,92% neste ano

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), neste ano, subiu de 4,85%…
Uepa prorroga inscrições para especialização em Parauapebas

Uepa prorroga inscrições para especialização em Parauapebas

Foram prorrogadas até o dia 23 de abril as inscrições ao Processo Seletivo para o Curso de Especialização em Teorias…
Parauapebas terá 1º Seminário de Educação Escolar Indígena

Parauapebas terá 1º Seminário de Educação Escolar Indígena

Com o objetivo de valorizar ainda mais a educação indígena, além de levantar debates e reflexões acerca da temática, a…