Correio de Carajás

Casal procura acidentado para consertos

Parte do telhado desabou com a colisão da caminhonete/ Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nesta segunda-feira (3) o casal que estava na caminhonete que atropelou Esmael Carlos Moraes – e derrubou parte do estabelecimento dele, na margem da Rodovia Transmangueira, em Marabá – retornou ao local com material para reconstruir o telhado quebrado, além de mesas e cadeiras para repor as que foram danificadas. Além disso, repassou R$ 500 para ressarcir os prejuízos da vítima com medicamentos para a perna e o pé, que foram amassados pelo veículo.

Na tarde anterior, domingo (2), a vítima procurou a 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil e registrou boletim de ocorrência do caso. Ele relata que estava atendendo clientes, por volta de 21h30 de sábado (1), quando foi surpreendido por uma camionete que invadiu o estabelecimento e o atropelou. O motorista foi identificado como Mateus Boff e estava acompanhado da esposa. Conforme a vítima, ambos estavam aparentemente alcoolizados.

Em meio à confusão, o condutor afirmou que iria arcar com o prejuízo e repassou um número de telefone. Ainda no domingo, tentando ligar para o contato, este chamava como inexistente. Por este motivo, a vítima procurou a Polícia Civil. Nesta terça-feira (4), a vítima fará perícia da perna junto ao Instituto Médico Legal (IML).  Nesta segunda, descobriu que um dos números da sequência telefônica havia sido anotado errado.

Leia mais:

Esmael foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Municipal, onde recebeu atendimento. Enquanto isso a Polícia Militar esteve no local e conversou com o casal. Em seguida, afirma Esmael, devolveu a chave ao condutor que foi embora dirigindo a caminhonete.

Esmael diz não entender porque os envolvidos não foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, já que havia a suspeita de que o condutor estivesse embriagado. Ele diz que dará continuidade ao pedido de investigação do caso e teme ter sequelas, o que já foi acenado pela médica que o atendeu como provável, podendo necessitar de cirurgia e fisioterapia.

O Correio de Carajás tentou nesta segunda conversar com o comando do 4º Batalhão de Polícia Militar para questionar de que forma foi conduzida a questão pelos militares que atenderam a ocorrência, mas o telefone celular oficial do cargo estava desligado.

ACIDENTE

Sobre o acidente, a vítima detalhou o ocorrido para a Reportagem.  “Eu havia acabado de me sentar, de costas para a rua, após servir uma cerveja para um cliente, quando fui atingido pela caminhonete. Eles [o casal] passaram por cima do meu pé, duas vezes, a primeira quando invadiram meu bar e a segunda quando o motorista tentou dar ré para sair”, conta Esmael.

O homem conta que populares impediram que o casal fugisse do local sem prestar socorro. Foi quando a mulher que estava de carona, desceu do veículo e afirmou ser médica. “Ela estava aparentemente embriagada e disse ser médica. As roupas dela, era como de alguém que acabou de sair da praia. Pegou um pano e amarrou no meu pé para estancar o sangramento”, relembra Esmael. O dono do bar lembra que quando a guarnição da PM chegou a mulher se identificou como advogada.

“Eles [os militares] puxaram a ‘ficha’ dela e descobriram que não era médica e nem advogada. Eu lembro que as pessoas queriam linchar o casal, mas eu pedi que não fizessem isso, pois tudo seria resolvido da forma correta”, relata Esmael. O Jornal não conseguiu contato com o motorista no telefone fornecido. (Luciana Marschall e Zeus Bandeira)

Mais

Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Foram presos na manhã desta quinta-feira (13), em Parauapebas, Bismarck da Conceição Cristino e Leandro Santos Cabral pelo furto de…
Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

A Polícia Civil investiga os motivos que levaram à execução do servidor da Prefeitura de Abel Figueiredo, Eduardo de Souza…
Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos, o paraense José Luiz Maciel de Sousa, um dos presos da operação ‘Ação Integrada’, deflagrada nesta…
Mandado de prisão por furto em Marabá é cumprido em Parauapebas

Mandado de prisão por furto em Marabá é cumprido em Parauapebas

Na tarde desta quarta-feira (12), Thyago de Freitas Mulato, de 29 anos, foi preso em Parauapebas em cumprimento de mandado…
Jardim Canadá presencia homicídio no anoitecer

Jardim Canadá presencia homicídio no anoitecer

No fim da tarde desta quarta-feira (12), dois homens em uma Honda Biz prateada executaram Wellingthon Souza Ferreira, de 24…
Ponto de drogas é desarticulado pela Polícia Militar

Ponto de drogas é desarticulado pela Polícia Militar

A Polícia Militar desmobilizou um ponto de venda de entorpecentes ilícitos e prendeu Rubenique Batista Rodrigues, no Bairro da Infraero,…