Correio de Carajás

Parauapebas: Usuário morreu na rua da casa da mãe

A vítima se envolveu com drogas há um ano / Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Foi identificado como Rafael Gideone do Nascimento, de 32 anos, a vítima de disparos de arma de fogo encontrada morta na madrugada de domingo (2), no Bairro Primavera, em Parauapebas. A irmã dele fez a identificação e procurou a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência.

Rafael é natural de Bragança e, conforme a Polícia Civil, a identificação aconteceu na manhã de domingo, após a irmã de Rafael ter sido procurada por vizinhos que visualizaram postagens em redes sociais e notícias sobre o corpo encontrado. Ao visualizar fotos que haviam circulado por aplicativos de mensagens, ela reconheceu o irmão, por volta das 10 horas.

Rafael estava com cesta básica e litro de cachaça quando foi morto/ Foto: Ronaldo Modesto

O corpo havia sido encontrado quase seis horas antes, por volta das 3h30, na Rua Amazonas, em uma área de casas de palafitas. A vítima foi executada com disparos de arma de fogo, sendo atingida na cabeça e nas nádegas. Rafael estava com uma faca na cintura, um alicate, uma garrafa de aguardente e uma cesta básica. Na rua, foram localizadas quatro cápsulas de calibre 380, disparadas por uma pistola.

Leia mais:

A irmã de Rafael informou para a Polícia Civil que a vítima era usuária de drogas há aproximadamente um ano e sequer tinha documentos pessoais, pois havia perdido os papeis há muito tempo. Conforme ela, após o envolvimento com drogas, Rafael se afastou dos familiares e passou a viver nas ruas, sem endereço fixo.

Vez em quando, conta, ele procurava a casa da mãe. No sábado (1º), antes de ser executado, havia estado no endereço, onde almoçou, na Rua Amazonas, mesma via em que foi encontrado morto. Após a refeição, relata a irmã, ele se retirou sem ter dado informações precisas sobre a vida pessoal ou sobre o que vinha fazendo. Rafael apenas comentou que passava as noites em uma casa abandonada em uma rua atrás da casa da família.

Ela acrescentou que o irmão vinha sendo ameaçado, sem poder identificar o responsável, e sabia que ele possuía dívidas, mas sem saber ao certo com quem. Por fim, disse saber que além de usuária, a vítima era envolvida com o tráfico de drogas e praticava furtos e roubos na cidade. (Luciana Marschall e Zeus Bandeira com informações de Ronaldo Modesto)

Mais

Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Foram presos na manhã desta quinta-feira (13), em Parauapebas, Bismarck da Conceição Cristino e Leandro Santos Cabral pelo furto de…
Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

A Polícia Civil investiga os motivos que levaram à execução do servidor da Prefeitura de Abel Figueiredo, Eduardo de Souza…
Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos, o paraense José Luiz Maciel de Sousa, um dos presos da operação ‘Ação Integrada’, deflagrada nesta…
Mandado de prisão por furto em Marabá é cumprido em Parauapebas

Mandado de prisão por furto em Marabá é cumprido em Parauapebas

Na tarde desta quarta-feira (12), Thyago de Freitas Mulato, de 29 anos, foi preso em Parauapebas em cumprimento de mandado…
Jardim Canadá presencia homicídio no anoitecer

Jardim Canadá presencia homicídio no anoitecer

No fim da tarde desta quarta-feira (12), dois homens em uma Honda Biz prateada executaram Wellingthon Souza Ferreira, de 24…
Ponto de drogas é desarticulado pela Polícia Militar

Ponto de drogas é desarticulado pela Polícia Militar

A Polícia Militar desmobilizou um ponto de venda de entorpecentes ilícitos e prendeu Rubenique Batista Rodrigues, no Bairro da Infraero,…