Correio de Carajás

Casal de jovens é encontrado morto em casa, no Residencial Magalhães

Um crime passional encerrou precocemente a vida do casal de namorados Karine Conceição Silva e Rivaldo Borges Valadares na madrugada desta segunda-feira (11), no Residencial Magalhães, núcleo São Félix. Ambos foram encontrados mortos, com perfurações oriundas de facadas e Rivaldo, pendurado por um fio.

A tragédia foi descoberta por volta de 11h, quando a Polícia Militar foi acionada através do Núcleo Integrado de Operações (NIOP) para atender a ocorrência acerca do crime. Karine foi encontrada deitada na cama com cortes profundos na região do tórax, enquanto o homem estava pendurado pelo pescoço por um fio de eletrodoméstico, também com perfurações de faca no peito.

Ao lado do corpo de Karine, que estava sob a cama do casal, havia uma Bíblia, um caderno e a arma branca utilizada no crime. Em uma carta, deixada por Rivaldo, ele cita: “Por ignorância nossa, nossa vida acabou assim. Infelizmente, a Karine não teve a mesma chance que se despedir (…) Me arrependo profundamente do que fiz, peço que me perdoe. Eu falei para ela, não faz isso, pensa na tua mãe, na tua filha (…)”.

Leia mais:
A mulher foi encontrada morta sob a cama com perfurações de faca / Foto: Divulgação

Ainda na parede do quarto em que a mulher foi encontrada, outro pedido de perdão foi escrito, por Rivaldo. Segundo a perícia e o levantamento da investigação, o homem teria cometido o feminicídio e, em seguida, tirado a própria vida.

Rivaldo estava pendurado pelo pescoço com um fio de eletrodoméstico, também com cortes profundos

Rivaldo usava tornozeleira eletrônica, pois respondia pelo crime de porte ilegal de arma. Segundo vizinhos do casal, eram comum brigas entre ambos, que possuíam, há mais de dois anos, um relacionamento conturbado, presenciado pela família amigos e os que residiam próximo à casa deles. (Thays Araujo)

Comentários