Correio de Carajás

Caravana nos trilhos realiza mais de 2.600 atendimentos no Pará

Caravana nos trilhos realiza mais de 2.600 atendimentos no Pará
Informações sobre o convívio seguro com a ferrovia são repassadas de forma lúdica para as crianças durante a Caravana nos Trilhos/ Fotos; Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Estrada de Ferro Carajás percorre 28 cidades entre os estados do Pará e Maranhão e ao longo desse trajeto tem cerca de 300 comunidades como vizinhas, o que exige da empresa um amplo trabalho de comunicação voltado a promover uma convivência segura dessas pessoas com a ferrovia.

Há dois anos, a fim de ir além das campanhas de rádio, reuniões e blitzen regularmente realizadas, a Vale iniciou o projeto “Caravana Nos Trilhos”, concebido para a aumentar o nível de engajamento das pessoas em relação à segurança e contribuir para melhorar a renda das comunidades vizinhas.

Este ano, Parauapebas, Bom Jesus do Tocantins e Marabá estiveram no roteiro da programação do projeto no Pará. No período de julho a setembro, foram ao todo nove comunidades, totalizando 2.660 atendimentos. O encerramento das ações desse ano foi na Escola Municipal José Flávio, no bairro Araguaia, em Marabá, com 820 participantes no último sábado, 14/9. Na programação, informações sobre cuidados com a saúde, convívio seguro com a ferrovia, oficinas sustentáveis, além de atividades de lazer e de recreação para a garotada.

Leia mais:
Oficinas também são realizadas durante a programação

Para a presidente da Associação de Moradores do Araguaia, Laureni Victorino, o projeto é um incentivo para os moradores do bairro Araguaia. “Já é a terceira ação da caravana aqui em Marabá. A gente se sente mais segura aqui na comunidade. Eu era muito preocupada com a situação das nossas crianças na ferrovia, mas hoje, depois das ações que a empresa promoveu aqui na nossa comunidade, a gente não vê mais a presença de crianças próximas a ferrovia, soltando pipa e até mesmo apedrejando o trem como já aconteceu”, constata.

Para o gerente de manutenção da Estrada de Ferro Carajás, Francisco Vicente, o projeto Caravana nos Trilhos é um momento importante de sensibilização da comunidade sobre segurança. “Nós valorizamos esse momento com a comunidade, pois é nele que nós temos mais uma oportunidade para reforçar a importância de uma convivência segura com a ferrovia. Por que na ferrovia também há regras de trânsito e a gente precisa obedecer, utilizando as passagens oficiais, como viadutos e as passagens em nível. É importante também, quando cruzar a ferrovia na passagem oficial, nós devemos parar, olhar e escutar. Dessa forma garantimos uma passagem segura na ferrovia”, reforça.

Além de segurança, a caravana traz também oportunidade de geração de renda com as oficinas sustentáveis. Nesta edição, o público pode conferir as oficinas de produção de porta saco com garrafa pet, produção de tiara de nó de tecido e a oficina de produção de sabão a partir do reaproveitamento de óleo. Outra atração foram os óculos de realidade virtual que mostraram como funciona uma locomotiva e o trem de transporte de minério.

Em 2018, a Caravana Nos Trilhos contou com 18.490 participantes, em 41 comunidades ao longo da linha férrea. Desde que foi iniciado em 2017, o projeto já alcançou 37.400 pessoas. Além da Caravana Nos Trilhos, a Vale promove campanhas regulares em datas como Carnaval, férias, festejos juninos e fim de ano e divulga regularmente mensagens em rádio e redes sociais. Pelo Alô Ferrovias, as pessoas também podem informar sobre situações específicas de risco. O telefone é o 0800 285 7000 e funciona 24h por dia, todos os dias da semana.

Segurança e mobilidade andam juntas
No que se refere a garantir a mobilidade das pessoas, a empresa mantém atualmente na Estrada de Ferro Carajás (EFC) um total de 127 passagens inferiores, 83 passagens em nível, 09 passarelas e 60 viadutos distribuídos ao longo da via.

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…