Correio de Carajás

Cantor AQNO vai lançar seu primeiro álbum: “o retorno de saturno”

o retorno de saturno

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O cantor e compositor marabaense AQNO, de 33 anos, revelou, em entrevista ao Simineral ON, a plataforma de conteúdos digitais do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará que prepara seu primeiro álbum a ser lançado após o fim da pandemia de Covid-19. “O Retorno de Saturno” é o nome do projeto solo de AQNO premiado pela Lei Aldir Blanc, de incentivo à cultura.

O cantor de “pop amazônico psicodélico”, como ele mesmo define seu estilo musical, disse que seu novo trabalho terá uma musicalidade muito paraense. “A galera do Pará vai gostar muito, eu espero”, diz. As músicas vão contar um pouco da história de vida do cantor. “Esse meu álbum é tão importante, conta as minhas histórias de um homem gay vivendo com HIV há 6 anos, contando as suas questões, as suas histórias, as suas afetividades, os seus desafios. Então, é um trabalho muito importante para mim e acredito que é um trabalho que vai trazer aconchego para o coração de muita gente”, antecipa AQNO.

VEJA A ENTREVISTA COMPLETA

Leia mais:

O Simineral ON do mês de Julho também mostrou como as empresas associadas ao Sindicato contribuem para a valorização da cultura paraense. Segundo Christiana Saldanha, do Instituto Cultural Vale, só neste ano de 2021, a Vale patrocina 29 projetos no Pará que, juntos, somam mais de 23 milhões de reais em investimentos.

Além da Vale, em Marabá, a SINOBRAS também é uma empresa que apoia ações e projetos que valorizam e incentivam a cultura no Pará. Como reconhecimento dessas iniciativas, a empresa recebeu do Governo do Estado, em 2021, o “Selo Cultura Pará – Empresa Amiga da Cultura”, um reconhecimento a empresas que contribuem com o fortalecimento da economia, da cultura e da arte, por meio da Lei Semear.

“Ser reconhecida como empresa amiga da cultura nos dá um ânimo neste momento tão delicado em que vivenciamos tantas dificuldades. Sabemos que a cultura foi uma das áreas mais afetadas pela pandemia e o quanto ela pode ser agente transformador de muitas vidas”, afirma Ian Corrêa, Vice-Presidente de Operações do Grupo Aço Cearense.

O Presidente do Simineral, Anderson Baranov, diz que: “nos honra saber que as empresas do setor mineral, como a Hydro, a Vale, a Alcoa e a Sinobras, também se preocupam em contribuir para uma sociedade em que a cultura seja cada vez mais valorizada”.

SIMINERAL ON

simineral.org.br/simineral-on

Comentários
"Super Saiyajin": Em nova foto de perfil, Ciro vira personagem de "Dragon Ball"

"Super Saiyajin": Em nova foto de perfil, Ciro vira personagem de "Dragon Ball"

Após aparecer em um vídeo com um protetor ocular de acrílico por conta de uma cirurgia de catarata, o presidenciável…
Pesquisador da UFPA faz palestra gratuita sobre o teatro paraense

Pesquisador da UFPA faz palestra gratuita sobre o teatro paraense

O teatro é uma das manifestações culturais mais antigas da humanidade. Mais que um meio de entretenimento, ele é um…
Netflix aumenta preços de assinaturas; Premium chega a R$ 55,90

Netflix aumenta preços de assinaturas; Premium chega a R$ 55,90

Os preços das assinaturas da Netflix vão aumentar a partir de hoje (22) no Brasil. O plano Premium, o mais caro da…
Luciano Huck assume 'Domingão' a partir de 5 de setembro

Luciano Huck assume 'Domingão' a partir de 5 de setembro

Luciano Huck vai assumir o “Domingão” a partir de de 5 de setembro. Segundo comunicado da Globo divulgado nesta quinta-feira (22),…
Mister Marabá vai representar a cidade em concurso estadual

Mister Marabá vai representar a cidade em concurso estadual

Representando Marabá no Concurso Mister Pará CNB 2021, Gabriel Leybraga, de 18 anos, estará em Belém entre os dias 20…
Há 19 anos sem Claudinho, Buchecha lembra dia do acidente fatal

Há 19 anos sem Claudinho, Buchecha lembra dia do acidente fatal

Há exatos 19 anos, no dia 13 de julho de 2002, um acidente fatal deu fim a uma dupla no…