Correio de Carajás

Briga de faca pode ter motivado assassinato

Val foi encontrado morto dentro de casa. Marcas no local revelam mais de um matador (Foto: Evangelista Rocha)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Departamento de Homicídios da Polícia Civil em Marabá pode estar bem perto de desvendar o assassinato de Edvaldo Alves Pereira, de 55 anos, que foi encontrado morto dentro da própria casa, no Bairro Araguaia (Nova Marabá), na manhã da última segunda-feira (10). Outra descoberta da polícia é que Edvaldo era foragido do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA) desde 2010.
De acordo com o que a equipe do delegado Ivan Pinto da Silva conseguiu apurar até o momento, Edvaldo teria se envolvido em uma briga de faca na noite de sábado (8), ocasião em que esfaqueou um desafeto. Vinte e quatro horas depois ele recebeu uma “visita” em sua casa para lhe cobrar a conta do esfaqueamento da noite anterior.
Com base na perícia realizada no corpo da vítima e no local do crime, o delegado Ivan Pinto da Silva confirmou que o crime foi praticado não apenas por um executor, mas por duas ou até mais pessoas, que trucidaram a vítima com tiros de revólver calibre 38 e também de pistola, além da utilização de uma arma branca (provavelmente um facão) com a qual os matadores fizeram um profundo corte na garganta da vítima e lhe deceparam a orelha esquerda.
“A gente trabalha com a linha de investigação de que essa briga que ele teve foi o motivo da morte. A gente pede a população que presenciou essa briga e sabe algo a respeito, que utilize o Disque Denúncia ou venha pessoalmente à Delegacia de Homicídios; é uma forma de contribuir com a segurança e retirar das ruas esses homicidas”, comenta o delegado.
Ainda de acordo com o delegado Ivan Silva, Edvaldo, que era conhecido como “Val”, cumpria pena por homicídio qualificado e roubado majorado, mas fugiu do CRAMA no dia 14 de julho de 2010 e passou todo esse tempo se escondendo das autoridades policiais e judiciárias. Inclusive, morava sozinho em uma casa de difícil acesso no Bairro Araguaia.
SOBRE O CRIME
Segundo o que a reportagem do Jornal CORREIO apurou até o momento, os assassinos invadiram a casa de “Val” ainda na noite de domingo (9), no momento em que chovia bastante e havia uma música alta tocando no som da cada dele.
O barulho da chuva e do som foram abafados pelos tiros que fizeram com que todos os vizinhos desligassem a as luzes e se recolhessem amedrontados. Somente pela manhã foi que a vizinhança saiu à rua e encontrou o corpo da vítima estirado na sala bem ao lado da porta, que estava aberta. Como a residência não tem muros, foi mais fácil encontrar o morto.
Devido à chuva que ainda persistia em cair durante a manhã de segunda-feira e também por causa da dificuldade de acesso ao local do crime, somente por volta das 10h30 é que o corpo de Edvaldo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML). (Chagas Filho)

Mais

Madrugadas são marcadas por crimes e mortes em Marabá

Madrugadas são marcadas por crimes e mortes em Marabá

Na madrugada desta segunda-feira (10), Delegacia de Homicídios de Marabá foi informada, através do Núcleo Integrado de Operações Policiais (Niop-190),…
Van e bitrem se envolvem em acidente na BR-158

Van e bitrem se envolvem em acidente na BR-158

Uma van e uma carreta bitrem se envolveram em um acidente na Rodovia BR-158, nas proximidades do distrito conhecido como…
Briga entre mulheres termina com uma esfaqueada

Briga entre mulheres termina com uma esfaqueada

Uma confusão na Vila Brejo do Meio, zona rural de Marabá, terminou com uma mulher esfaqueada e outra presa na…
Agressor de mulher se arma com facões e ganha spray de pimenta da PM

Agressor de mulher se arma com facões e ganha spray de pimenta da PM

Cosmo de Brito Lacerda deu trabalho para a Polícia Militar após agredir a companheira, na madrugada desta segunda-feira (10), na…
Homem é assassinado no Residencial Magalhães

Homem é assassinado no Residencial Magalhães

Um homem, ainda não identificado, foi morto por um único golpe de faca desferido no Residencial Magalhães, no Núcleo São…
Após tentativa de assalto, dois morrem em intervenção policial

Após tentativa de assalto, dois morrem em intervenção policial

Antônio da Silva Costa, conhecido como Negão do 15, de 42 anos, e outro homem ainda não identificado morreram na…