Correio de Carajás

Após reforma, aeroporto de Marabá ainda não tem Wi-Fi

Foto: Evangelista Rocha
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Pesquisa de satisfação realizada permanentemente pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) deixa claro aquilo que os usuários de aeroportos brasileiros mais analisam nos terminais e, consequentemente, mais cobram em relação à qualidade dos serviços prestados: área de alimentação, banheiros, tomadas e internet gratuita. Este último quesito, entretanto, o Aeroporto João Corrêa da Rocha ainda vai ficar devendo mais algum tempo aos usuários.

A informação é do próprio secretário Nacional de Aviação Civil (SAC), Ronei Saggioro Glanzmann, durante visita técnica às novas instalações do terminal na manhã desta terça-feira (23). Ao Portal Correio de Carajás, ele informou que a pesquisa é realizada nos 20 maiores aeroportos do país – inclusive há uma para ser lançada amanhã, quarta-feira. Para o próximo ano, ele promete que o mesmo estudo será realizado também nos aeroportos regionais.

“Percebemos que há uma preocupação muito grande dos passageiros com quatro pontos: acesso à internet – ainda vamos desenvolver isso aqui no aeroporto de Marabá -, acesso a tomadas para carregamento de equipamentos móveis, banheiros limpos – aqui demos um passo bastante importante neste sentido, ter banheiros de qualidade para os passageiros – e, por último, a questão do custo benefício com relação aos produtos comercializados na praça de alimentação, preço do café e do lanche”, explicou.

Leia mais:

O secretário destaca que, em Marabá, já há algumas opções comerciais relacionadas à alimentação em andamento, mas a Infraero desenvolve trabalho no sentido de prospectar novas operações para que haja mais produtos de qualidade a preços acessíveis aos passageiros. Sobre o sinal de Wi-Fi, o superintendente local da Infraero, Wigson Diego Saturnino Santos, informou que foi contratada empresa para serviço compartilhado e há previsão de que o aeroporto de Marabá seja contemplado ainda neste ano. “A expectativa é que no segundo semestre já tenha Wi-Fi com internet livre instalada em Marabá”, declarou. (Luciana Marschall)

Mais

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Um morador nada comum deu o “ar da graça” e surpreendeu a população da Folha 6. Um filhote de jacaré…
Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

O prefeito Tião Miranda publicou, no final da tarde desta quinta-feira, 13, uma Nota de Repúdio contra manifestações de sindicalistas…
Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (13), a maior remessa de doses de vacinas contra Covid-19,  com um total…
Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Os proprietários de veículos com final de placas 76 a 96 poderão pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores…
Exposição homoerótica é cancelada em Belém e ecoa censura a 'Queermuseu'

Exposição homoerótica é cancelada em Belém e ecoa censura a 'Queermuseu'

Selecionada por um edital do Banco da Amazônia, a exposição “Suaves Brutalidades”, de Henrique Montagne Figueira, tinha um vernissage virtual…
Ataques armados a indígenas contrários à mineração ilegal podem se repetir no Pará, alerta MPF

Ataques armados a indígenas contrários à mineração ilegal podem se repetir no Pará, alerta MPF

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu na terça-feira (11) solicitar a órgãos públicos a tomada de medidas para evitar que…