Correio de Carajás

Agora é pra valer!

Na Resenha

Na Resenha

Chagas Filho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Palmeiras e Atlético começam a decidir uma vaga na final da Libertadores nesta terça-feira (21), no Alianz Parque. O detalhe é que os dois times chegam fortes a essa primeira partida da semifinal, pois venceram seus confrontos no Campeonato Brasileiro e são líder (Atlético) e vice-líder (Palmeiras).

Prós e contra

Embora o Palmeiras seja o atual campeão da competição, a maior parte de sua torcida não coloca a mão no fogo pelo time. Falta aos comandados de Abel Ferreira um pouco mais de criatividade no momento de propor jogo diante de um adversário com a defesa postada. O time se dá melhor quando joga em contra-ataque, com a chamada transição rápida. Não devemos, porém, esquecer de que foi com essa estratégia que o time se sagrou campeão da América.

Leia mais:

Como vencer?

Por outro lado, o Palmeira terá pela frente um time embalado, entrosado e com o elenco mais estrelado do Brasil. É óbvio que o jogo acontece dentro das quatro linhas e tudo pode acontecer. Mas ainda não foi possível identificar os pontos fracos do time de Cuca. Talvez a soberba, o “já ganhou”. Enfim, boa sorte ao Palmeiras!

“Malvadão”… pero no mucho

Na outra perna da semifinal, o Flamengo, apelidado de “Malvadão”, recebe o Barcelona, do Equador. Mas entrará no Maracanã sob a desconfiança de grande parte da torcida, sobretudo depois de perder, em casa, para o Grêmio, no domingo, num dia em que tudo deu errado, desde a escalação até as substituições de Renato Gaúcho e o desempenho de alguns jogadores.

Notícias ruins e boas

A má notifica é que o Flamengo possivelmente ainda não poderá contar com Arrascaeta e Filipe Luiz, entregues ao Departamento Médico com lesões musculares. Mas, por outro lado, poderá fazer a estreia do zagueiro David Luiz. Se ele estiver em forma deve acalmar a torcida rubro-negra, que quase infartou domingo com a atuação desastrosa de Léo Pereira.

Comentários
O Brasil dá sono

O Brasil dá sono

Cochilei, acordei, cochilei de novo, levantei, lavei o rosto, bebi um copo d’água e repeti esse ritual umas quatro ou…
Marabazão

Marabazão

A fase de grupos do Campeonato Marabaense de Futebol da 1ª Divisão está se afunilando e a diferença de pontuação…
Paragominas fora!

Paragominas fora!

O Paragominas bem que tentou, mas não conseguiu o acesso à Série C do ano que vem. O Jacaré, que…
Na mira da PF

Na mira da PF

Que o atacante Diego Costa bate um bolão, isso ninguém duvida. Mas fora de campo ele está pisando na bola.…
Lições da derrota

Lições da derrota

Perder por 3×2 em um jogo diante de um adversário parelho é normal. Além disso, competições de mata-mata, como é…
Arbitragem ruim

Arbitragem ruim

Nossa arbitragem precisa melhorar – e muito! É grande chiadeira de dirigentes e jogadores contra erros grosseiros na arbitragem do…