Correio de Carajás

A FESTA COMEÇOU NA ARENA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
68 Visualizações

Ulisses Pompeu

 

Era noite de São João neste sábado, 24, e os grupos juninos de Marabá se reuniram para dar a largada ao 32º Arraial Junino do município. A programação começou com um arrastão pela Orla do Rio Tocantins, saindo da Praça Duque de Caxias, na Marabá Pioneira, até o Largo da Santa Rosa, onde a Prefeitura Municipal montou uma estrutura ampla e moderna para receber o público.

Leia mais:

Aliás, a arena tem capacidade para receber 5 mil pessoas sentadas – a maior já disponibilizada para esta festa na cidade. Além disso, 40 barracas foram montadas para comercialização de comidas típicas de festa junina, e ainda um palco paralelo para apresentação de shows regionais.

Cláudio Roberto de Sousa, um dos presidentes da Liga Cultural de Marabá, avalia que em 18 anos de participação de festejo junino na cidade, esta promete ser a melhor temporada. Isso porque, segundo ele, são os próprios quadrilheiros que estão à frente, montaram as regras através da Liga e estão mais unidos que antes. “A organização está bem melhor. Essa festa está partindo de nós, não do poder público. Aliás, a Prefeitura contribui muito, com logística e condições para que os grupos se apresentem, mas os protagonistas são as quadrilhas e bois-bumbás”, sentencia.

Ao todo, 20 grupos na categoria de quadrilha e seis de bois-bumbás disputam vários prêmios. E neste domingo, dia 25, inicia a fase classificatória para as quadrilhas dos grupos A, B e bois.

Coreógrafo e bailarino da Explode Coração, Cláudio Roberto diz que este ano as quadrilhas não tiveram dificuldades com transportes e os participantes estão mais motivados para participar do evento. “Liga, Secretaria de Cultura e Prefeitura estão bem afinadas e o resultado é uma festa bem organizada, como a gente vai ver durante os oito dias seguintes”, prevê.

Este ano, a subvenção da Prefeitura Municipal para os grupos juninos aumentou em relação ao ano passado. A gestão atual distribuiu R$ 116.000,00 para os participantes e mais R$ 80.000,00 para outros custeios.

Quando chegaram à arena, na noite de sábado, os grupos foram desfilando um a um, mas um dos momentos mais marcantes foi quando o coordenador da Explode Coração entrou de mãos dadas na arena com o líder da quadrilha Afuá da Conceição, seguidos por seus quadrilheiros, que repetiram o gesto e foram aplaudidos de pé.

O outro presidente da Liga Cultural, Ademar Gomes Dias, coordenador da Quadrilha Fogo no Rabo, da Santa Rosa, também se mostrou emocionado com a festa grandiosa e chegou a tecer elogios para um de seus maiores concorrentes, Cláudio Roberto. “Somos parceiros e trabalhamos juntos em prol da melhoria de nosso evento”, disse.

Presente à noite de abertura, o prefeito Tião Miranda usou da palavra para elogiar a organização da Secult, a motivação dos grupos juninos e anunciar que pretende fortalecer a cada ano a celebração junina em Marabá, tornando-a uma referência. Ao seu modo, ele foi curto nas palavras: “a festa junina é da família e vamos fortalecer essa programação a cada ano”, garantiu.

Além de premiações em dinheiro, os grupos disputarão também vagas para representar o município em outros concursos fora da cidade. A expectativa da Secretaria Municipal de Cultura é de que cerca de dez mil pessoas compareçam nos primeiros dias da festa e vinte mil nas disputas finais, que devem acontecer entre a quinta-feira, dia 29 de junho e sábado, dia 1º de julho.

Ulisses Pompeu

 

Era noite de São João neste sábado, 24, e os grupos juninos de Marabá se reuniram para dar a largada ao 32º Arraial Junino do município. A programação começou com um arrastão pela Orla do Rio Tocantins, saindo da Praça Duque de Caxias, na Marabá Pioneira, até o Largo da Santa Rosa, onde a Prefeitura Municipal montou uma estrutura ampla e moderna para receber o público.

Aliás, a arena tem capacidade para receber 5 mil pessoas sentadas – a maior já disponibilizada para esta festa na cidade. Além disso, 40 barracas foram montadas para comercialização de comidas típicas de festa junina, e ainda um palco paralelo para apresentação de shows regionais.

Cláudio Roberto de Sousa, um dos presidentes da Liga Cultural de Marabá, avalia que em 18 anos de participação de festejo junino na cidade, esta promete ser a melhor temporada. Isso porque, segundo ele, são os próprios quadrilheiros que estão à frente, montaram as regras através da Liga e estão mais unidos que antes. “A organização está bem melhor. Essa festa está partindo de nós, não do poder público. Aliás, a Prefeitura contribui muito, com logística e condições para que os grupos se apresentem, mas os protagonistas são as quadrilhas e bois-bumbás”, sentencia.

Ao todo, 20 grupos na categoria de quadrilha e seis de bois-bumbás disputam vários prêmios. E neste domingo, dia 25, inicia a fase classificatória para as quadrilhas dos grupos A, B e bois.

Coreógrafo e bailarino da Explode Coração, Cláudio Roberto diz que este ano as quadrilhas não tiveram dificuldades com transportes e os participantes estão mais motivados para participar do evento. “Liga, Secretaria de Cultura e Prefeitura estão bem afinadas e o resultado é uma festa bem organizada, como a gente vai ver durante os oito dias seguintes”, prevê.

Este ano, a subvenção da Prefeitura Municipal para os grupos juninos aumentou em relação ao ano passado. A gestão atual distribuiu R$ 116.000,00 para os participantes e mais R$ 80.000,00 para outros custeios.

Quando chegaram à arena, na noite de sábado, os grupos foram desfilando um a um, mas um dos momentos mais marcantes foi quando o coordenador da Explode Coração entrou de mãos dadas na arena com o líder da quadrilha Afuá da Conceição, seguidos por seus quadrilheiros, que repetiram o gesto e foram aplaudidos de pé.

O outro presidente da Liga Cultural, Ademar Gomes Dias, coordenador da Quadrilha Fogo no Rabo, da Santa Rosa, também se mostrou emocionado com a festa grandiosa e chegou a tecer elogios para um de seus maiores concorrentes, Cláudio Roberto. “Somos parceiros e trabalhamos juntos em prol da melhoria de nosso evento”, disse.

Presente à noite de abertura, o prefeito Tião Miranda usou da palavra para elogiar a organização da Secult, a motivação dos grupos juninos e anunciar que pretende fortalecer a cada ano a celebração junina em Marabá, tornando-a uma referência. Ao seu modo, ele foi curto nas palavras: “a festa junina é da família e vamos fortalecer essa programação a cada ano”, garantiu.

Além de premiações em dinheiro, os grupos disputarão também vagas para representar o município em outros concursos fora da cidade. A expectativa da Secretaria Municipal de Cultura é de que cerca de dez mil pessoas compareçam nos primeiros dias da festa e vinte mil nas disputas finais, que devem acontecer entre a quinta-feira, dia 29 de junho e sábado, dia 1º de julho.

Comentários
Helen McCrory, atriz de 'Peaky Blinders' e 'Harry Potter', morre aos 52 anos

Helen McCrory, atriz de 'Peaky Blinders' e 'Harry Potter', morre aos 52 anos

A atriz Helen McCrory, conhecida por papéis na série “Peaky Blinders” e na franquia “Harry Potter”, morreu nesta sexta-feira (16),…
Joelma lança clipe sobre força e libertação feminina: ‘Cheguei ao fundo do poço algumas vezes’

Joelma lança clipe sobre força e libertação feminina: ‘Cheguei ao fundo do poço algumas vezes’

O nome dela é Joelma, mas pode chamar de Fênix. Ou libélula, como a cantora se mostrará a partir desta quinta-feira…
Mick Jagger lança 'Eazy Sleazy' em parceria com Dave Grohl para celebrar fim do lockdown na Inglaterra

Mick Jagger lança 'Eazy Sleazy' em parceria com Dave Grohl para celebrar fim do lockdown na Inglaterra

Mick Jagger lançou, de surpresa, uma música nesta terça-feira (13), “Eazy Sleazy”, que comemora o fim do lockdown na Inglaterra…
Virada Digital 2021 abre inscrições para workshops gratuitos

Virada Digital 2021 abre inscrições para workshops gratuitos

A Virada Digital 2021 abre, na segunda-feira (12), as inscrições para quatro workshops gratuitos sobre comunicação, escrita poética, cinema e…
Ulda Wambergue lança “Amor Líquido” nesta sexta (9)

Ulda Wambergue lança “Amor Líquido” nesta sexta (9)

O amor pode até ser efêmero, mas, isso não quer dizer que ele não exista. É dessa premissa que nasce…
Movimenta Pebas inscreve para curso de cinema com Cavi Borges

Movimenta Pebas inscreve para curso de cinema com Cavi Borges

Estão abertas as inscrições para o curso on-line sobre História do Cinema de Baixíssimo Orçamento. Esta é a primeira atividade…