Correio de Carajás

Viúva de Adriano da Nóbrega apontou quem mandou matar Marielle, diz revista

Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A viúva nega que o ex-marido tenha participado do assassinato de Marielle e Anderson, mas revelou que integrantes da milícia discutiram a possibilidade de preparar um plano para matar a vereadora

A viúva do miliciano Adriano da Nóbrega, Julia Mello Lotufo, que negocia uma delação premiada com o Ministério Público do Rio de Janeiro, indicou aos procuradores que sabe quem foi o mandante da execução da vereadora Marielle Franco (Psol) e do seu motorista Anderson Gomes. Em 2018, a parlamentar carioca foi atingida com pelo menos quatro tiros na cabeça. A perícia encontrou nove cápsulas de tiros no local. Os criminosos fugiram sem levar nada.

Julia está em regime de prisão domiciliar e é obrigada a usar tornozeleira eletrônica. Ela propôs a colaboração com o objetivo de conseguir a revogação das medidas restritivas determinadas pela Justiça e, assim, recuperar a própria liberdade. O MP ainda não respondeu se aceita a delação.

De acordo com a reportagem da revista Veja, Julia detalhou a participação de Adriano em uma dezena de homicídios encomendados pela contravenção e listou agentes públicos que receberam propina para acobertar crimes.

Leia mais:

A viúva nega que o ex-marido tenha participado do assassinato de Marielle e Anderson, mas revelou que integrantes da milícia que atua na comunidade Gardênia Azul procuraram o ex-capitão para discutir a possibilidade de ele preparar um plano para matar a vereadora.

Segundo Julia, o resultado de uma sondagem considerou que a atuação da vereadora do Psol estaria colocando em risco os negócios da milícia não só em Gardênia Azul, mas em Rio das Pedras. Ela disse às promotoras que Adriano teria considerado a ideia absurda e arriscada demais, especialmente por envolver uma parlamentar.

Adriano teria se surpreendido com a notícia do crime e, ao cobrar satisfações de comparsas de Rio das Pedras, teria ouvido que a ordem partiu do alto-comando da Gardênia Azul.

(Fonte: O Povo)

Comentários

Mais

Mulher confirma bolsa fedendo a maconha, mas nega tráfico da droga

Mulher confirma bolsa fedendo a maconha, mas nega tráfico da droga

Maiza Rocha Azevedo, de 23 anos, foi presa na noite desta terça-feira (2), pouco antes da meia-noite, em uma van…
Homem é torturado e morto no Bairro Bom Planalto

Homem é torturado e morto no Bairro Bom Planalto

Mais um caso de assassinato está nas mãos da equipe do delegado Toni Vargas, titular do Departamento de Homicídios da…
Criança de cinco anos sofre abuso por vizinho alcoolizado

Criança de cinco anos sofre abuso por vizinho alcoolizado

Elilson Jhon Bezerra da Silva foi preso na manhã de segunda-feira (2), em Parauapebas, acusado de estupro de vulnerável contra…
Homem é linchado após esfaquear mulher

Homem é linchado após esfaquear mulher

Um homem quase foi linchado após esfaquear uma mulher na tarde do último sábado, 31, em Conceição do Araguaia, região…
Anapu registra três homicídios em menos de 24 horas

Anapu registra três homicídios em menos de 24 horas

A Polícia Civil do município de Anapu, no Sudoeste do Pará, investiga três casos de homicídios ocorridos na manhã de…
Assaltante de van morre após troca de tiros com a PM

Assaltante de van morre após troca de tiros com a PM

Após participar do assalto a van e do roubo de uma motocicleta na tarde de sábado (31), um homem, que…