Correio de Carajás

Vereadores de Parauapebas aprovam sistema de transparência e rastreamento de vacinas

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com 12 votos favoráveis foi aprovado nesta terça-feira (8), pela Câmara Municipal de Parauapebas, o Projeto de Lei Nº 038/2021, que pretende instituir um sistema de transparência e rastreamento das doses de vacinas de combate ao coronavírus recebidas pelo município, além da identificação da população vacinada como forma de controle das doses utilizadas.

O texto agora segue para a mesa do prefeito, Darci Lermen, que deve sancioná-lo ou vetá-lo. Em caso de veto, este retorna à Casa de Leis para ser mantido ou derrubado pelos edis.

Conforme o projeto, as informações referentes ao recebimento e distribuição das doses recebidas e encaminhadas aos postos de vacinação deverão ser divulgadas em plataforma digital centralizada e de acesso público, de forma discriminada.

Leia mais:

O projeto prevê que deverão constar a identificação do lote e quantidade de doses recebidas, o laboratório fabricante e a quantidade de doses destinadas e aplicadas por cada Unidade de Saúde ou posto de vacinação.

Em relação aos imunizados, a plataforma deverá conter nome completo e o número do CPF, com os cinco primeiros dígitos substituídos por asteriscos, além de data da vacinação, população alvo da fase respectiva em que o vacinado foi enquadrado, local onde exerce as atividades laborais, caso seja servidor público municipal, unidade em que a vacinação foi realizada e o fabricante e lote da vacina.

O projeto é de autoria do vereador Rafael Ribeiro Oliveira (MDB) e, conforme a justificativa dele, se baseia no princípio da publicidade, um dos que regem a administração pública. “Neste caso, pretende-se possibilitar à população parauapebense o acesso a informações relevantes sobre o Plano de Vacinação contra a Covid-19, em especial a lista de vacinados, a fim de permitir que os munícipes possam fiscalizar a obediência do atendimento prioritário”, defende. (Luciana Marschall)

Comentários

Mais

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…
Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) liberou, nesta sexta-feira (17), mais 700 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19, produzida no…