Correio de Carajás

Vereadora Vanda se licencia da Câmara e Badeco assumirá em seu lugar

Vereadora Vanda Américo acabou aceitando o convite do prefeito Tião Miranda e volta a presidir a Fundação Casa da Cultura

MUDANÇA NA CMM

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na sessão ordinária desta terça-feira, 3, foi lida, em Plenário, uma “Carta ao povo de Marabá”, em que a vereadora Vanda Américo (Cidadania) anuncia licença do cargo no Poder Legislativo. Ela informou aos seus pares que foi convidada pelo prefeito Tião Miranda a reassumir a presidência da Fundação Casa da Cultura de Marabá. No lugar dela, quem assume a vaga na Câmara é Badeco do Gerson (Cidadania).

Por outro lado, a vereadora destacou que permanecerá, mesmo sem receber salário, como membro da Comissão Especial de Desenvolvimento de Marabá, ajudando a discutir caminhos para ampliar a geração de emprego e renda no município.

Conhecida na política como “Mulher Coragem”, Vanda Américo iniciou sua carreira política no ano de 1988 como vereadora, e sucessivamente se reelegeu nos anos de: 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012 e 2020, tornando-se assim a vereadora com o maior número de mandatos consecutivos do município, ao lado de Miguel Gomes Filho.

Leia mais:

Abaixo, leia, na íntegra, a Carta enviada por Vanda ao presidente da Câmara e lida na tribuna:

“Informo a todos os colegas parlamentares e servidores do Poder Legislativo, bem como à comunidade de Marabá em geral, que acabo de aceitar o convite do prefeito Tião Miranda para retornar à presidência da Fundação Casa da Cultura de Marabá, com o objetivo de fortalecer e retomar projetos socioculturais que envolvem milhares de crianças e adolescentes de nosso município, além de coordenar equipes que desenvolvem pesquisas sobre os mais variados temas.

Por isso, a partir deste mês de agosto estou licenciada do cargo de vereadora, mas continuo comprometida com os interesses de nosso município, lutando pelas causas ambientais, pela formação de mão de obra e faço questão de permanecer como membro da Comissão de Desenvolvimento de Marabá, da qual faço parte desde o início deste ano e para o qual não há nenhum tipo de remuneração.

Quem conhece minha trajetória política e aqueles que votaram em mim, sabem do meu compromisso com esta cidade e como lutei por vários anos para fortalecimento da democracia, da geração de emprego para nosso povo e desenvolvimento de Marabá.

Continuarei comprometida na luta para ampliar essas conquistas, mas também atenta a tudo que acontece nesta cidade, cobrando investimentos dos setores público e privado.

Agradeço a Deus por esse nosso desafio e conto com a compreensão de todos”.

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…