Correio de Carajás

Túnel do tempo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sempre com uma memória afiada e com o benefício de pertencer a uma família histórica de Marabá, o advogado Plinio Pinheiro Neto sempre divide na internet boas lembranças e fatos que marcaram a nossa comunidade. A desta foto é uma delas. Postou ele: “Hoje tive mais uma oportunidade de mergulhar fundo no passado, mais ou menos 57 anos atrás ao passar em frente ao Mercado do Porto do Sal, na Cidade Velha, onde aportavam os barcos transportadores da Castanha do Pará que vinham de Marabá, entre eles o “Plinio” que pertencia ao meu pai Osório Pinheiro, com capacidade para 1.100 hectolitros. Eu era estudante secundarista e acompanhava a entrega em Belém/PA. Gratas recordações!”

Comentários
Perigo no semáforo

Perigo no semáforo

Na mesma semana em que o trecho urbano da BR-230 viu acontecer acidente grave com perda de vidas humanas, o…
Sem água

Sem água

O CORREIO foi procurado por moradores do Bairro Infraero chateados por não terem acesso a água potável há 20 dias.…
Radar reativado

Radar reativado

Um dos poucos e principais radares de controle de velocidade na área urbana de Marabá voltou a funcionar, após mais…
Terra indígenas

Terra indígenas

O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública na Terra Indígena Kawahiva…
Invenção absurda

Invenção absurda

O CORREIO pediu da Secretaria de Obras e Viação Pública (Sevop) uma resposta sobre o rio que se formou na…
Alô, inverno!

Alô, inverno!

E o inverno chegou de vez a Marabá, com direito ao pacote completo dos problemas em geral verificados na área…