Correio de Carajás

Tucuruí: Assaltante é morto em troca de tiros com a PM

Aldo tentou assaltar clientes de pizzaria, mas foi surpreendido por policiais à paisana/Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Está identificado como Aldo de Sousa Móia, de 19 anos, o assaltante que morreu ao trocar tiros com policiais militares lotados no 13º Batalhão, da cidade de Tucuruí, sudeste do Pará. Ele era suspeito de cometer assalto em uma pizzaria junto com comparsas, que tiveram melhor sorte e conseguiram fugir.

De acordo informações fornecidas por um policial que participou da ocorrência que resultou em intervenção com resultado morte, tudo começou quando três suspeitos assaltaram clientes de uma pizzaria localizada na Avenida Santo Antônio, que fica no centro da cidade. Uma das vítimas do assalto informou que jantava na companhia de amigos quando os três assaltantes chegaram armados e anunciaram o assalto.

Acontece, porém, que, para azar dos bandidos, eles foram surpreendidos por dois policiais à paisana que estavam no local.

Leia mais:

O sargento PM Ribeiro relatou que os policiais militares à paisana estavam na companhia de familiares durante o assalto e tentaram evitar o confronto armado, mas foram recebidos a tiros. No revide, dois suspeitos foram atingidos. Um deles morreu no local. Os comparsas conseguiram fugir. O caso se registrou por volta de 23h do último dia 31.

Reincidente

Aldo, de 19 anos, é acusado de participar de um assalto que terminou com a morte de Claudiomiro Consini Caldeira, conhecido como “Miminizinho”, no dia 20 de novembro do ano passado.

Segundo a polícia, na época do crime, a investigação revelou que era por volta das 17h, quando Aldo e um adolescente conduziam uma moto Bis, cor vermelha, e ao passar pela Rua João Pessoa, no Bairro Cohab, abordaram duas mulheres que estavam no local. Armado com um revólver calibre 38, Aldo ameaçava as mulheres. “Ele queria um cordão e uma pulseira”, disse uma das vítimas. “Miminizinho”, como era conhecido Claudiomiro, foi defender as mulheres e acabou morto pela dupla. Agora, Aldo teve o mesmo fim. (Antonio Barroso/freelancer)

Comentários

Mais

Motoqueiro bêbado provoca acidente na Folha 29

Motoqueiro bêbado provoca acidente na Folha 29

Após atravessar o canteiro central e tentar alcançar a pista, o condutor de uma motocicleta, Elias Alves de Almeida, de…
Motociclista morre ao bater moto em carro estacionado

Motociclista morre ao bater moto em carro estacionado

Uma fatalidade ceifou a vida do trabalhador rural Jorcelino Alves de Araújo, de 51 anos de idade, morador do município…
Adolescente é apreendido por matar desafeto no Bairro da Paz

Adolescente é apreendido por matar desafeto no Bairro da Paz

Entre os crimes registrados em Marabá está semana está o assassinato de Gabriel da Silva Ribeiro, de 24 anos. Ele…
Polícia faz caçada a um dos suspeitos de envolvimento na chacina de Parauapebas

Polícia faz caçada a um dos suspeitos de envolvimento na chacina de Parauapebas

Parauapebas presenciou, na última quarta-feira (15), uma cena de terror: cinco corpos foram encontrados Às proximidades do bairro Vila Nova,…
Moradores encontram corpo próximo à Folha 8

Moradores encontram corpo próximo à Folha 8

Moradores da Folha 8, Núcleo Nova Marabá, encontraram próximo ao Rio Tocantins um corpo, do sexo masculino, já em estado…
Colisão entre duas motos deixa um em estado grave

Colisão entre duas motos deixa um em estado grave

Após atravessar o canteiro central e tentar alcançar a pista, o condutor de uma motocicleta, de prenome Elias, se chocou…