Correio de Carajás

Trio de dedos-duros é preso com maconha e cocaína

CANAÃ DOS CARAJÁS

Presos com drogas negam serem traficantes/ Imagens: Cristiano Correa/TV Correio Canaã
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Militar de Canaã dos Carajás recolheu três envolvidos com o tráfico de drogas e os despejou na Delegacia de Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (25). Dois foram presos após serem entregues pelos comparsas e o terceiro chegou a entregar um quarto envolvido, que só permaneceu livre por estar fora da cidade.

De acordo com informações do cabo Lima, a guarnição militar estava em ronda pela madrugada, na área da rodoviária, quando abordou Especovite da Silva Gonçalves, de 19 anos, conhecido como Gordinho, que estava em posse de uma pequena quantidade de entorpecente. Ele alegou não ser traficante, mas informou que tinha mais uma pequena quantidade de droga em casa.

Na residência, localizada na Rua Amazonas, os militares encontraram mais 10 papelotes de cocaína. Gordinho informou ter comprado a droga de Matheus Gabriel Andrade de Araújo, de 21 anos, o Marabazinho.

Leia mais:

Os policiais seguiram para a residência do denunciado, na Rua Getúlio Vargas, próxima ao estádio municipal, e se deparam com ele saindo do imóvel com uma bolsa avermelha nas costas. “Ao nos ver ele tentou se desfazer da bolsa, mas abordamos e localizamos a bolsa que ele jogou no terreno dele”, explica o cabo.

Na mochila foi encontrada uma barra grande inteira de maconha e mais oito papelotes menores da droga, prontos para a venda. “Ele informou que a droga era de uma pessoa conhecida como Fabrício e que estava apenas guardando a mercadoria. Acrescentou que estava saindo para levar para a casa do Ratinho (Thiago Silva Oliveira, 22 anos), na Ria Círio de Nazaré. Fomos lá e localizamos essa pessoa, com quem encontramos mais uma barra grande e uma quantidade menor de droga”, relata o militar.

Conforme o cabo, Ratinho disse a mesma coisa que Marabazinho. “Eles afirmam que a droga é do Fabrício, que já foi preso antes por tráfico de drogas. Os dois afirmaram que ele está fora da cidade e ambos estavam responsáveis pela guarda e distribuição dessa droga”.

Os três foram apresentados na unidade da Polícia Civil e lá, procurados pela reportagem, negaram serem traficantes.

Gordinho disse que a droga não é dele e que o advogado irá cuidar dessa situação. Marabazinho, por sua vez, alega que nada foi encontrado com ele. Ratinho, por fim, também nega as acusações e afirmou não saber de quem é a droga. (Luciana Marschall – com informações de TV Correio Canaã)

Comentários

Mais

Vítima recebe ligação informando onde está sua moto roubada

Vítima recebe ligação informando onde está sua moto roubada

Um caso curioso teve início no último domingo (5), com um assalto a mão armada contra Marcilene Siqueira do Santos,…
Acusado de matar ex-namorada é condenado a 23 anos de prisão

Acusado de matar ex-namorada é condenado a 23 anos de prisão

Cassiano Araújo Silva, de 32 anos, acusado do assassinato da ex-namorada, a adolescente Kesia Alves Bezerra, de 17 anos, recebeu…
Carreta tomba na PA-287, motorista morre e populares saqueiam carga

Carreta tomba na PA-287, motorista morre e populares saqueiam carga

Uma carreta com carregamento de hortifrúti tombou na Rodovia PA-287, entre Redenção e Conceição do Araguaia, sul do Pará. O…
Idoso é sequestrado em São João e libertado em Marabá 8 horas depois

Idoso é sequestrado em São João e libertado em Marabá 8 horas depois

Raimundo Nonato Cruz, de 66 anos, foi sequestrado por volta das 13 horas desta terça-feira (7). O idoso estava em…
Assassinado na VS-10 é identificado

Assassinado na VS-10 é identificado

Foi identificado o homem morto nesta segunda-feira (6) na divisa entre os bairros São Lucas II e Morada Nova, no…
Homem é preso por agressão à companheira

Homem é preso por agressão à companheira

Na noite desta segunda-feira (6), a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica registrada no Vale…