Correio de Carajás

Três são presos suspeitos de assassinato de personal trainner

Trio responderá por homicídio qualificado e outros crimes/Foto: Jucelino Show

Três homens foram presos suspeitos de envolvimento no assassinato do personal trainner Divino Pereira Fontenele, de 29 anos. As prisões ocorreram durante a Operação Performance, deflagrada pela Superintendência Regional de Polícia Civil do Alto Xingu, de São Félix do Xingu, sul do Pará. As prisões ocorreram na sexta-feira (22), em cumprimento a mandado de prisão temporária expedido pela Comarca local.

Divino Fontenele era instrutor em uma academia

Conforme a Polícia Civil, após três meses de investigações foram encontrados indícios do crime que levaram aos suspeitos Jailson de Oliveira Barros, José Marcos Mendes de Oliveira e Wanderson Mendes de Oliveira.

Eles foram presos em São Félix do Xingu e responderão pelos crimes de homicídio qualificado, associação criminosa armada e corrupção de menores. Também foi decretada a prisão preventiva de Henrique Daniel Santos Lopes, que está foragido.

Leia mais:

O assassinato do personal trainner ocorreu no dia 17 de abril deste ano. Ele foi morto dentro da própria casa, no setor Rodoviário, em São Félix do Xingu, com vários tiros nas costas. Imagens de câmera de vigilância registraram a ação dos criminosos, que chegaram ao local de moto. Nenhum pertence da vítima foi levado.

Segundo a Polícia Civil, existem elementos que indicam a ocorrência de crime passional e a contratação de matadores profissionais para assassinar Divino Fontenele, que era instrutor em uma academia de São Félix do Xingu. (Delmiro Silva)

Comentários