Correio de Carajás

Trânsito desregulado em Jacundá

Motos são maioria nas ruas da cidade e problemas com elas também /Foto: Antônio Barroso
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com uma frota formada por 16.556 veículos, o município de Jacundá, no sudeste paraense, apresenta outros dados bastante curiosos: 74% dos veículos estão em situação irregular perante ao Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e apenas 5.565 motoristas são habilitados. Outro agravante está relacionado ao número de acidentes nas ruas da cidade.

Jacundá está na região de Carajás cuja frota corresponde a 13,28% dos veículos registrados no Detran. O percentual de motoristas habilitados nessa região é de 14,58%. Em se tratando do município jacundaense, o número de habilitados é somente de 5.565 motoristas com Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Dos 16.556 veículos registrados no município de Jacundá, apenas 24,13% estão em dia no Detran. “Isso quer dizer que a maioria dos veículos estão inadimplentes no sistema no Detran”, detalha uma fonte ouvida pela Reportagem.

Leia mais:

Licenciamento atrasado, transferência não realizadas, multas e infrações diversas estão no rol dos veículos irregulares transitando nas ruas de Jacundá. A Reportagem entrou em contato com a direção do Detran em Jacundá. A responsável pelo setor explicou que somente a direção geral do órgão poderia falar sobre o assunto.

Desse universo de 16.562 veículos registrados, 12.062 estão na configuração de motos e motonetas (Bis). E o desrespeito às leis de trânsito são gritantes. Veículos sem placa, condutores sem acessórios de segurança e mais de duas pessoas nesses veículos. E os acidentes são diários.

No mês de novembro do ano passado ocorreram 91 acidentes de trânsito, um decréscimo de 17,24% em relação ao mesmo período do ano de 2018. Comparado com o mês de outubro com novembro, ambos de 2019, foram constatados outro decréscimo de 9,43%.

Os condutores de motocicletas causaram 100% dos acidentes registrados nas ruas da cidade no mês de novembro. Nesse universo, 67 foram provocados por homens e 24 por mulheres; e a maioria acidentes são de gravidade leve, 71; principalmente na faixa etária de 18 a 26 anos, com 24 acidentes. Os dados são de relatórios mensais realizados pelo Departamento Municipal de Trânsito de Jacundá (DMTU). (Antônio Barroso – freelancer)

Mais

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

Desde o final da noite de quarta-feira (5), o nome do agente de trânsito Etervan Ferreira Sousa está circulando em…
Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Para reduzir os riscos de propagação da Covid-19 durante as celebrações pelo Dia das Mães, a Secretaria de Estado de…
ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

O Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para Direitos Humanos, com sede em Genebra, na Suíça, pediu hoje…
Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

As mortes por covid-19 no Brasil têm apresentado uma leve tendência de queda, segundo dados do Boletim Epidemiológico do Ministério…
Tentativa de furto aos Correios da Folha 33 termina com menor baleado

Tentativa de furto aos Correios da Folha 33 termina com menor baleado

Na semana em que a Polícia Federal desmantelou uma quadrilha que arrombava agências dos Correios do sul, sudeste do Pará…
Novo presidente da Eletrobras defende capitalização da empresa

Novo presidente da Eletrobras defende capitalização da empresa

Em sua cerimônia de posse, o novo presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, disse hoje (7) que vai dar sequência às ações já em implementação previstas no plano estratégico e…